Doces conventuais

Por Nathaly Ducoulombier

doces conventuais

Doces conventuais: de comer rezando!

Pastel de nata,  pastel de Santa Clara, barriga de freira, toucinho do céu, fios de ovos . Cada vez mais os restaurantes e as docerias oferecem esses produtos, comprovando que os doces portugueses fazem sucesso no Rio de Janeiro.

Tem gente que diz que não gosta de doce ” muito doce”. Vai entender? Eu só como de vez em quando, mas adoro aqueles cheios de açúcar por cima! O que eu  sempre quis saber era porque as receitas tinham tantas gemas de ovos. E lá fui eu pesquisar…

Doces conventuais

Receitas originais de Portugal

Os historiadores contam que no século XV as freiras usavam as claras  para engomar os hábitos e as toalhas do altar. Mas elas  também serviam para a clarificação do vinho: A albumina( proteína encontrada na clara do ovo) levava a suspensão para o fundo do barril e o vinho ficava mais claro. Ok, sobravam as gemas, mas o que fazer com elas? Não dava para desperdiçar, e foi assim que  surgiram os doces conventuais, feitos pelas freiras que viviam nos conventos.

doces conventuais

 

doces conventuais

Em um almoço de trabalho conheci a Ana, portuguesa de Cascais, uma simpatia. Conversa vai, conversa vem, soube que ela vivia no Rio de Janeiro com o marido, Rodrigo Castelão, também português. Rodrigo veio para o Brasil em 2002 e durante 10 anos exerceu cargos de gestor na rede Pestana de hotéis. Depois desse tempo, se uniu a dois sócios brasileiros e um português, e criou a padaria e confeitaria Arte Conventual

arte conventual

Da esquerda para a direita: os sócios Rodrigo Castelão, Luis Santos e Adailto Fonseca( ao centro)

 

onde encontrar doces tradicionais portugueses

A fábrica fica no Complexo do Alemão, onde mora um dos sócios. Adailto Fonseca, ex-chefe de confeitaria da rede Pestana, ajudou na escolha dos funcionários, todos moradores da comunidade. Eles foram capacitados e hoje, com a mão literalmente na massa, produzem as delícias distribuídas a hotéis de luxo, restaurantes e clientes que não resistem aos doces portugueses.
Arte Conventual

Os funcionários foram capacitados e hoje participam de toda a produção

 

mimo de azeitão

Fornada de doces feitos na hora: Mimo de Azeitão

Toucinho do céu

Toucinho do céu: meu preferido!

Pastel de Santa Clara

Pastel de Santa Clara: bastante conhecido

arte conventual

Pastel de Tentúgal

 

 receita portuguesa

Mousse de chocolate branco ao vinho do Porto/ Mousse de chocolate meio amargo ao azeite de oliva

 

A produção da Arte Conventual é de cerca de 6 mil pães, bolos e doces por dia. A aceitação tem sido tão boa que os sócios já investiram em um lugar maior e vão se mudar para a nova sede, no Rio Comprido. 

Quem quiser provar os doces no Dia das Mães, a confeitaria ainda está aceitando encomendas.

Contato:

3881-4727( fábrica)

7275-6758

7870-3264

 

Fotos: Nathaly Ducoulombier/ Renata Araújo/ Divulgação

Leia também:

Delícias da Jordânia
Uma viagem pelo Norte de Portugal
Aprazível: ótima comida com visual incrível
Flávia Quaresma cria nova pizza para o Mamma Jamma
Desgustação de azeites no restaurante Irajá
Parador Lumiar: um oásis de luxo na Serra.
 
 

 

 

 

 

 

 

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.