Torres del Paine é um destino imperdível na Patagônia Chilena! O Parque Nacional é considerado uma das principais reservas da América do Sul e foi declarado Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1978. São mais de 240 mil hectares que incluem a famosa cadeia de montanhas Torres del Paine e uma natureza selvagem impressionante. Listamos nestes post nossas 5 dicas de passeios em Torres del Paine que vale a pena incluir no seu roteiro!

?Reserve aqui seu hotel no Chile pelo melhor preço

5 passeios em Torres del Paine

Para chegar até lá, é preciso pegar um voo de 3h de Santiago até Punta Arenas (ou até Puerto Natales, se for na alta temporada entre dezembro e fevereiro, às terças e sábados) e fazer mais um percurso de carro. É uma viagem longa, mas muito satisfatória. Lembrando que fizemos todos os passeios com os guias do Tierra Patagônia, hotel de luxo com sistema all inclusive, e recomendamos! Aliás, todos os passeios (menos o do Glaciar Grey) estão incluídos no pacote do hotel. Mas, você também pode fazer se tiver em outro hotel, ou hospedado em Puerto Natales, por exemplo.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

+Top 5 destinos no Chile

Base Torres

Este é o trekking mais pesado da região! Uma caminhada de 20-20 km (ida e volta) para o cartão-postal da Patagônia Chilena. Além da formação rochosa das 3 Torres del Paine, há também um lago verde azulado no meio, que se formou há aproximadamente 70 anos devido ao degelo das montanhas. Um contraste belíssimo. E durante todo o percurso, é impressionante como o cenário muda, afinal, vemos de tudo: bosques, vales, montanhas nevadas… Aliás, é preciso estar preparado, e ir com as roupas adequadas para o frio e vento, além de confortáveis! Fiz um post com todos os detalhes, é só clicar! Para entrar no Parque Nacional, é preciso pagar uma taxa de CLP$ 21.000 por pessoa.

+5 passeios em San Jose de Maipo, no Chile

Certamente vale a pena todo o esforço!

Como é a trilha para a base das Torres del Paine

Lindos cenários!

Glaciar Grey

A navegação pelo Lago Grey para ver bem de perto o Glaciar Grey é imperdível! Com uma extensão de 19 quilômetros, o glaciar é uma enorme construção natural de gelo. A luz do sol transpassa os blocos de gelo e a cor muda de azul à prata brilhante, é lindíssimo. Saímos do nosso hotel, o Tierra Patagonia, e depois de 1h30 de van, chegamos ao nosso ponto de partida, no Hotel Lago Grey. Para chegar no barco Grey III, há uma caminhada em uma praia de pedras de cerca de 1,5 km, em um cenário de cair o queixo, com os icebergs boiando em volta.

+O que fazer em Santiago

A praia que tivemos que atravessar.. conseguem ver as pessoas lá longe?

A área superior do barco

No dia que fomos, estava muito vento e frio, caindo até um pouco de neve! Certamente foi o dia que mais senti frio, então, vá bem agasalhado, com tudo que tem direito. O passeio (ida e volta) dura em torno de três horas, e o catamarã tem uma parte interna, com mesas, cadeiras, bar e banheiro, e a área externa em baixo e em cima. Ao todo são três paradas, onde conseguimos ficar bem perto dos icebergs e das colunas de gelo, que chegam a 20 metros de altura. É uma paisagem impressionante! Além disso, os guias levam alguns snacks, chá/chocolate quente e drinques.

Bem pertinho!

passeios em torres del paine

Portanto, o Glaciar Grey é um passeio que vale a pena!

Cavalgada na Estância Lazo

Se você gosta de cavalos e de natureza, uma boa dica de passeio mais leve são as cavalgadas! Aliás, eles são o meio de transporte dos gaúchos locais ou baqueanos (caubóis chilenos). Fomos até a Estância Lazo, localizada na margem sul do Lago Sarmiento, onde montamos nos cavalos e andamos por mais de 1 hora. O cenário é muito bonito! Começamos em uma antiga floresta de lenga, espécie de madeira chilena, até chegar em uma clareira que nos oferece uma vista espetacular para o lago e as Torres.

+Onde comprar roupas de neve e esqui

Que tal este visual?

Salto Grande

Esta é a maior cachoeira do Parque Nacional, que fica na estrada para o Mirante Los Cuernos, e na fronteira do Lago Pehoé. O Mirador Salto Grande fica no caminho do Glaciar Grey, então vale a pena combinar estes dois programas e fazer uma parada por lá. A força da água é impactante e venta MUITO lá em cima (pelo menos quando fomos, em maio), mas a beleza natural é encantadora. Quem quiser também pode fazer a trilha até o Mirante Los Cuernos, que começa em Salto Grande, que dura aproximadamente 1h30.

+Um roteiro pela Patagônia Norte Chilena

Prepare-se para o frio!

Las Cornizas

A caminhada até as Cornizas é um passeio exclusivo do Tierra Patagônia! O trekking dura em média quatro horas, mas o percurso é fácil, somente com algumas subidas. Durante o caminho, temos uma vista 360º dos enormes pampas, rios e vales, e claro, dos maciços das Torres del Paine. Chegamos no topo de um penhasco e, se as condições climáticas permitirem, você vai ver os condores voando bem perto, afinal, eles são frequentemente avistados por lá. Além disso, se o tempo também estiver bom, a vista será ainda mais privilegiada! Olha as fotos e diz se não 😉

+Conheça Portillo, estação de esqui no Chile

A vista para as torres! Linda!

A jornalista viajou a convite do Tierra Hotels, conectada com o chip da Easysim4u e assegurada pela GTA.

Texto e fotos por Duda Vétere. Junho 2019.

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.