Por Monica Barros

Para aqueles que já conhecem os principais pontos turísticos de Paris  e exploraram bastante os grandes monumentos e museus da cidade, resolvemos fazer um roteiro pelos jardins de Paris, já que existem ainda muitos outros encantos a serem descobertos. Paris é uma dessas cidades em que se pode voltar dezenas de vezes e sempre terá algo novo para ver, algum lugar para retornar e aproveitar com mais calma ou mesmo algum novo restaurante ou exposição em cartaz.

Paris, França

Estive na capital francesa umas cinco vezes e minha lista de lugares a visitar por lá continua aumentando. Além das atrações mais conhecidas do público em geral, imperdíveis, tudo o que se vê ao “flanar” por Paris é bonito e fotogênico. Há muitos pontos escondidinhos ou menos visitados pelos turistas, principalmente nos arrondissements (bairros) um pouco mais afastados do centro. São lugares tão encantadores quanto os mais manjados.

Paris, França

Descobrir os inúmeros parques e jardins que a cidade oferece aos seus habitantes, muito além do belíssimo Jardin du Luxembourg (visita obrigatória sempre!) é delicioso. É possível traçar um roteiro para passar alguns dias descobrindo esses parques e desfrutar das deslumbrantes paisagens, lagos e esculturas que ficam ainda mais atraentes na primavera e no verão.

Roteiro pelos jardins de Paris

– Parc des Buttes-Chaumont: Localizado no 19º arrondissement, foi criado em 1867 à ocasião da Exposição Universal. É o terceiro maior parque de Paris. Reserve uma manhã inteira para passear por ele, pois além de ser grande e todo assimétrico, tem algumas áreas mais elevadas que são verdadeiros mirantes. Com extensos gramados perfeitos para piqueniques e um belo lago, é difícil escolher para qual lado caminhar. Sua atração principal é a ilha rochosa no centro do lago, com 30m de altura e o pequeno coreto no alto da rocha é o ponto preferido dos visitantes para uma visão panorâmica linda da cidade, que rende muitas fotos. Talvez esse parque seja um dos segredos mais bem guardados de Paris.

Onde: 1, Rue Botzaris, 75019

Metrô: Buttes-Chaumont

Buttes Chaumont

– Parc Monceau: Esse belo parque com cara de Belle Époque está em um dos bairros mais chiques de Paris, o 8º arrondissement. Já na entrada vemos uma rotunda belíssima, fazendo conjunto com o deslumbrante portão que dá acesso aos jardins. Quem mandou construir o Monceau em 1778 foi Philippe d´Orleans, Duque de Chartres, e o pintor e paisagista Louis Carmontelle o desenhou como um Jardim Inglês. Apesar de datar do século VXIII, pra mim esse parque mostra bem como devia ser o estilo de vida dos parisienses no século XIX, onde carruagens saiam dos palacetes ao longo do Boulevard de Courcelles e Boulevard Haussman em direção a algum tradicional baile, com cartolas e vestidos emprumados a bordo.

Onde: 35,  Boulevard de Courcelles, 75008

Metrô: Corcelles

Parc Monceau

– Esculturas de Aristides Maillol no Jardin des Tuileries: Grande parte dos turistas que visitam Paris conhece o Jardin des Tuileries, no 1º arrondissement, principalmente porque ele está coladinho ao Louvre. Mas nem todos se dão conta que esse jardim é um museu a céu aberto. Nele estão cerca de 20 esculturas do artista francês Aristide Maillol, belas estátuas que harmonizam muito bem com o verde que as cerca (procure em especial pela Les Trois Grâces, linda!). Uma das melhores coisas que o visitante pode fazer é se perder por entre os labirintos das Tuileries. Então, da próxima vez que for ao Louvre fotografar a grande pirâmide do chinês I.M.Pei, dê alguns passos adiante entre o Carrousel du Louvre e as Tuileries e aprecie a obra desse grande escultor que tão bem retratou a silhueta feminina.

Onde: Domaine National du Louvre et des Tuileries

Metrô: Louvre

Jardin des Tuileries

Arènes de Lutece: Escondida no Quartier Latin, é um dos locais mais antigos de Paris e remonta à época em que a cidade era dominada pelos romanos. Tratava-se de um palco com assentos para até 10 mil pessoas, seguindo um estilo de construção muito comum naquele tempo. Essa arena está bem escondidinha mesmo, já que fica no meio de árvores e numa rua pouco conhecida dos turistas. É uma boa oportunidade de conhecer melhor a história de Paris nos seus primórdios. Será uma surpresa ver uma arena gaulo-romana bem conservada, com jaulas que guardavam os “adversários” dos gladiadores, pódios e arquibancada. Hoje em dia serve para atividades esportivas e é uma boa área para relaxar. A história da cidade passa por esse local, região onde Paris começou a se expandir após seu “nascimento” na Île de la Cité. Nesse mesmo bairro estão as outras ruínas romanas que restaram daquele tempo, as Termas de Cluny. Passear pelo Quartier Latin é voltar ao passado!

Onde: 47-59 Rue Monge

Metro: Cardinal Lemoine

Arènes de Lutece

Promenade Plantée (Coulée Verte): A Highline de New York foi inspirada nesse parque. Com 4,5km de extensão, ela percorre todo 12º arrondissement, ao longo do que era uma antiga linha férrea. Se estiver passeando pelos lados da Bastille, vale a pena emendar até esse jardim suspenso. Ali roseiras cobrem quase todo o caminho, é genial ver como outras cidades no mundo sabem aproveitar seus espaços e integrar o verde aos edifícios e ruas. E, assim como em alguns outros pontos mais sossegados de Paris, na Promenade é comum ver parisienses levando suas refeições rápidas para um agradável almoço ao ar livre antes de voltar ao trabalho. O bacana é poder ver a cidade de outra perspectiva, dá para apreciar bem a arquitetura dos prédios e as ruas ao redor. O Viadut des Arts fica sob a passarela, e reúne várias lojas voltadas para as artes. Um passeio diferente que vale muito a pena para sair do óbvio.

Onde: Quinze-Vingts, 75012

Metro: Bastille

Promenade Plantée

Fotos: Monica Barros e Renata Araújo

Leia também:

Sugestões de viagem para 2014

Aix-en-Provence, viagem pelo sul da França

O charme e o glamour da Côte d’Azur

Rouen – uma cidade perto de Paris que vale a visita

Um roteiro pela Alsácia

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.