Uma grande aventura. Assim foi minha recente viagem para África do Sul, onde o principal objetivo era conhecer as reservas animais e fazer safáris fotográficos. Mas eu não contava com um safári noturno sem guia por perto, sem GPS, sem sinal de celular. Vou contar como foi o dia em que me perdi na savana africana de noite, somente eu e meu marido no meio do nada. Bem, não exatamente no meio do nada! Leões, leopardos, rinocerontes e hienas eram alguns dos moradores locais.  Já imaginou?

Tour no Deserto do Sahara, Marrocos

me perdi na savana africana

Anoitecendo na savana

O dia em que me perdi na savana africana

Estávamos a caminho de uma reserva privada na região de Sabi Sand. Trata-se de uma reserva adjacente ao famoso Kruger Park. Uma vez que se entra na reserva, aquilo lá é um mundo, uma savana plana de 65 mil hectares quase sem árvores, sem referências para quem não conhece a região. O carro alugado não era um 4×4, já que nos informaram que carros comuns são mais apropriados para rodar pelas reservas. Só que não. Essa para onde íamos era com estrada de terra.

Onde comer em Marrakech

me perdi na savana africana

Quando começa a escurecer

Nos programamos para chegar às 15h, com ajuda do GPS que até então tinha sido perfeito. No entanto, as diversas paradas que fizemos para almoçar, admirar animais ao longe e visitar lojinhas, nos atrasou. Quando percebemos, eram cinco e meia da tarde e nada do portão de entrada da reserva de Sabi Sand (onde uma equipe e um hotel de sonho nos aguardavam para iniciar os safáris com os rangers). Já foi difícil encontrar o tal portão – cada reserva da África do Sul tem um portão de entrada onde uma taxa de conservação é cobrada – mas nem imaginávamos que o mais difícil ainda estava por vir. Passamos pelo portão e nos fiamos no GPS para nos levar até o lodge.

O que fazer em Tel Aviv

me perdi na savana africana

Rinocerontes no caminho no dia em que me perdi na savana africana

Doce ilusão. O GPS entrou em parafuso, o sinal de celular sumiu e a noite caiu. No que a gente piscou já estava breu total, tínhamos ido pro lado errado onde a estrada se transformou num buraqueiro, quase atolando o carro, e estávamos sozinhos. Perdidos na savana. Me bateu um medo que poucas vezes senti. Não tínhamos a menor ideia de qual lado seguir, nem mesmo sabíamos como voltar para a estrada “normal”. O pior foi quando começamos a ver alguns bichos grandes passando correndo na frente do carro. Pânico!

Conheça as belezas da Jordânia

me perdi na savana africana

Também tem zebra por lá – o dia em que me perdi na savana africana

Perdidos na selva.. e agora?

Saber que estávamos sozinhos, incomunicáveis, no meio do nada, no mesmo lugar onde se encontram feras selvagens, foi assustador. Ficamos rodando perdidos passando em tudo que era galho de árvore por uns 40 minutos, que ali, naquela escuridão, pareceram uma eternidade. Não dava pra enxergar quase nada além de bichos correndo ao redor, nem podíamos abrir as janelas. O pensamento que mais me apavorou era ter de passar a noite dentro do carro, com os animais do lado de fora.

As delícias da Jordânia

o dia em que me perdi na savana africana

E Leoas!

O alívio veio em forma de luz. Avistamos um farol ao longe e então seguimos na sua direção. Começamos a piscar nossa lanterna para nos verem também, e, finalmente, chegamos até o outro carro que estava com 3 rangers à bordo. Queria pular no colo deles e não sair mais até estar segura no hotel! No final das contas, eles nos escoltaram até a entrada do lodge, onde os funcionários ficaram surpresos em ver que nos aventuramos sozinhos dentro da reserva. Ainda estava trêmula quando entramos no nosso quarto… E assim foi nosso primeiro safári (involuntário) noturno na África! E você, já passou por algo semelhante?

o dia em que me perdi na savana africana

O Jeep dos Rangers de noite – o dia em que me perdi na savana africana

Texto e fotos por Monica Barros, do Le Touriste

Outubro de 2017


Leia mais:

10 dicas de hotéis e restaurantes em Florianópolis

La Belle Bruna, uma pousada em Araras

A nova campanha da Belmond Hotéis

Restaurante Le Sirenuse Miami | Hotel Four Seasons

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.