Por Renata Araújo

Aberto há seis anos, o Lorenzo Bistrô, é a cara do Jardim Botânico e realmente não poderia estar em outro lugar.  Com varanda super agradável e sob o comando do restaurateur João Garcia (fundador do Garcia e Rodrigues, mais conhecido como Janjão), este restaurante meio francês, meio italiano, fica em uma simpática casa de três andares que chama a atenção de quem passa pela movimentada rua Lopes Quintas.

Lorenzo Bistrô, a cara do Jardim Botânico

Fui convidada para uma mini degustação de novidades neste restaurante que costumo frequentar e simpatizo muito. E o resultado, foram horas sentada à mesa, comendo e bebendo muito bem e jogando conversa fora. Exatamente o que os fiéis clientes do bistrô costumam fazer.

image22

Depois do delicioso couvert, com torradinhas quentinhas, grissinis e alho assado, meu almoço propriamente dito, começou com aspargos grelhados, parma, gana padano e balsâmico de entrada. Em seguida, a Polenta Clássica do Lulu, que vem recheada de gema mole, cogumelo e azeite trufado. Confesso que não sou muito de polenta, mas fiquei babando com este prato.

mtg lorenzo

Em seguida, veio um dos meus pratos favoritos no mundo: risoto de frutos do mar, que estava leve, uma delícia, e depois o pato cozido com molho de laranja, purê de batata com ervas, que poderia muito bem ter sido servido em um típico bistrô parisiense.

mtg lorenzo2

Para encerrar, paquequinha de dulce de leche (do Lorenzo), de comer rezando e uma das melhores sobremesas do Rio de Janeiro, na minha humilde opinião.  Você sente a diferença só pela cor do doce de leite, obviamente, argentino. E ainda veio o semifreddo de Nutella da Nick, geladinho, uma delícia, e batizado em homenagem à mulher e sócia do querido Janjão, falecida recentemente.

mtg lorenzo3

O simpático Lorenzo ainda tem de bônus um atendimento eficiente e garçons sempre simpáticos. A gente pode estar longe de Saint Germain de Près, Marais ou em Trastevere, mas taí um lugarzinho que nos faz viajar sem sair do lugar. Seja por sua atmosfera ou pelos seus pratos tão bem elaborados, feitos sempre com ingredientes frescos.

Lorenzo Bistrô, a cara do Jardim Botânico

E depois do almoço, tive que dar uma passada na Casa Carandaí, bem coladinho ao bistrô, um misto de delicatessen e restaurante, com pães e massas frescas, produtos importados e todo tipo de guloseima que deixa a gente doido. Janjão sabe o que faz.

Fotos: Renata Araujo

Agosto de 2014

Leia mais:

Kotobuki – um japonês muito além do sushi
Tragga, um restaurante argentino no Rio
Novos restaurantes asiáticos no Rio
Lasai – alta gastronomia no Rio
 
Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.