capa paris

Por Amanda Santiago e Renata Araújo

Paris é uma das nossas cidades preferidas no mundo e um dos destinos mais procurados por turistas. É claro que ficamos muito tristes com a situação pela qual a cidade está passando. Por isso, resolvemos fazer este post para deixar claro que o atentado ao Charlie Hebdo não afeta o turismo em Paris.

dicas paris

O dia seguinte ao atentado foi de clima tenso e apreensivo, de modo que a cidade contava com a presença em peso do exército, não só nos aeroportos e estações de trens, mas também nos principais pontos turísticos. Um exemplo da forte vigilância foi a ordem da polícia francesa de evacuar a área das estações de trem, o que gerou tumulto, visto que todas as partidas foram canceladas. Além disso, vários locais foram fechados pela polícia.

Natal em Paris

Visto que o clima na Cidade Luz ainda é bastante tenso, a cidade ficou mais vazia do que o normal para a época, e vários turistas, inclusive, brasileiros, cancelaram a viagem para a capital parisiense.

Paris

No entanto, a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, afirma que tanto moradores, quanto turistas, podem seguir vida normal, pois a única coisa “diferente” é o aumento do policiamento, principalmente, nos pontos turísticos, onde a circulação de pessoas é maior.  Afinal, por Paris já ter sido palco de outros atentados no passado, já é do costume francês prestar atenção nas ruas, principalmente ao observar objetos abandonados em locais públicos.

paris natal capa

Então, se você tem viagem programada para Paris, fique tranquilo: museus, principais atrações,  estações de trem e metrô e aeroportos estão funcionando normalmente.  Tanto é que, na manifestação que ocorreu no dia 11, na Praça de La Republique, havia um cartazem que estava escrito not afraid, ou seja, para as pessoas não terem medo de andar pela cidade, visitar os pontos turísticos.

paris atentado

Vale lembrar que não é só Paris que está sob alerta. Alguns países europeus, como Reino Unido, Espanha e Itália resolveram se prevenir e aumentaram sua vigilância após o atentado, a fim de melhorar a segurança local.

passeata paris

A melhor resposta ao terrorismo é seguir a vida normal, apoiar a cidade e sua vocação para o turismo.

atentado paris

    Enquanto isso, não deixe de dar uma olhada nas nossas dicas de Paris e sonhar com a próxima viagem!

Fotos: Renata Araújo, Bárbara Ariston e Divulgação

Leia também:

O que fazer em Paris

Restaurantes em Paris

Roteiro pelos jardins de Paris

 

 

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.