Fui conhecer o primeiro restaurante flexitariano no Rio, o Allma, em Ipanema. Aí você está se perguntando o que isso quer dizer. Bom, o flexitarianismo é uma mistura das culinárias vegetariana e vegana, mas com uma licença poética para incluir carnes brancas. Por isso, o “flex”. Portanto, um lugar que oferece uma comida saudável, porém, sem radicalismos e que certamente vai agradar quase todos. Afinal, ele vai na tendência atual de consciência alimentar, onde o desperdício é zero e o uso de produtos industrializados evitado. Vem ver esta interessante e charmosa novidade carioca. Aproveite pra ler também sobre comidas típicas de festa Junina e restaurantes de chefs de reality show de cozinha.

+Reserve aqui seu hotel pelo menor preço

Allma – restaurante flexitariano no Rio

O nome Allma vem da mistura da palavra alma com all, de “todos”! Ou seja,  uma casa que chegou para quebrar os preconceitos e certamente fazer a gente se alimentar melhor. Além disso, ele fica em localização nobre, na esquina das ruas Joana Angélica e Nascimento Silva, em Ipanema. A magnífica casa de dois andares dos anos 40 é tutelada. Portanto, um imóvel renovado, que pode ser substituído ou modificado, após análise e aprovação do órgão de tutela, mas não destruído.

O resultado é um lugar muito agradável, com grandes janelas, bem arejado, além de mesas do lado de fora. Destaque para o piso em mosaico de ladrilhos e também para a varanda com deque de madeira. Há vasos de plantas, além de flores secas suspensas nos ambientes. Quem assina o projeto é o Estúdio Penha, que trouxe, sobretudo, muita luminosidade para o restaurante. Quem conhecia o lugar antes certamente vai perceber.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

O cardápio

O amplo cardápio elaborado pelos chefs Diego Gimenez e Lidiane Barbosa é bem amplo. Eles priorizam os pequenos produtores da região e preparos artesanais. O desperdício é zero e a ideia é sempre extrair o melhor de cada alimento. Sendo assim, você encontra nas entradas, por exemplo, tartar de beterraba assada com mostarda Dijon (R$29). Outra pedida é o trio de pastas, com queijo vegano, coalhada e humus. Há também diversos bowls, como o Oriental, de salmão e atum em cubos (R$50). Quem preferir, pode optar pelos sanduíches, como, por exemplo, o Chicken Dijon (R$34). Finalmente, entre as saladas, a tradicional grega Fatouche, com queijo chanclish vegano com zaatar é low carb e de fato, uma boa pedida! (R$39).

Os principais

Um dos meus pratos preferidos é o Frango da Vovó: orgânico, assado ao melado de cana, maionese de tofu com batatas, farofa ALLMA e salada de agrião ((R$ 48). Também me surpreendi com o nhoque de cenoura. Até porque, confesso que não seria minha primeira escolha. Portanto, quebrei a cara, rs. Ele é levemente tostado, com mini cenoura glaciada, consomê de cenouras com especiarias e raspas de limão siciliano (R$ 46). A Moqueca de Pupunha (também na versão com camarões, pra quem é do meu time, super me agradou!). Ela vem com uma caldeirada de pupunha com castanha de cajú, molho de moqueca servido com arroz vermelho e também a sensacional farofa ALLMA. (R$ 59 e R$ 73 com camarões).

As sobremesas do restaurante flexitariano no Rio

Toda atenção para as sobremesas, muitas veganas, porém todas saborosas. Adorei o Cheesecake vegano com morango, com massa crocante feita com farinha de coco e adoçada com tâmaras. O recheio cremoso é feito com chocolate branco vegano e calda de frutas vermelhas. Para completar, toda a preparação é feita sem açúcar (R$33). O Pudim de leite de castanhas feito com leite condensado de castanhas da casa (R$ 23) também estava super cremoso. Além disso, há opções interessantes para agradar os loucos por chocolate, como a musse de chocolate low carb. Ela é feita com chocolate ao leite de côco, assim como, o bolo fudge.

Os drinques

O Allma conta também com uma interessante carta de drinques feitos à base de kombucha. Tive que provar e adorei a criatividade.

O empório

Quem for ao restaurante, pode ainda comprar produtos saudáveis na pequena lojinha da casa. Enquanto alguns são feitos lá, outros são terceirizados, mas sempre com o padrão de qualidade exigido pelo Allma.

Protocolos

Além dos protocolos estarem sendo seguidos, o Allma vai além. O ambiente é 100% monitorado contra Covid, em parceria com um laboratório farmacêutico. Os funcionários são testados a cada quinze dias. E no crachá de cada um, consta esta informação. Além disso, o pedido dos pratos pode até ser feito através do QR code direto para a cozinha. Portanto, quem preferir, pode evitar o primeiro contato com o garçom.

Restaurante Allma
Super monitorado!

Conclusão

O primeiro restaurante flexitariano no Rio tem tudo para ser um sucesso! Ele é democrático, agradável, inovador, organizado, charmoso e o mais importante: oferece comida saborosa e saudável.

Restaurante Allma
Chef Lidiane e os sócios Roberto e Christiano Londres

Texto e fotos: Renata AraújoJunho 2021

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com OMEUCHIP e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.