Por Renata Araújo

A melhor carne do Rio fica no Leblon.

Há sete anos na Rua Bartolomeu Mitre, no Leblon, o Giuseppe Grill, que também tem um “irmão mais velho” no Centro, tem uma localização privilegiada e que faz muito carioca – como eu – revirar a memória, já que ali, funcionou, entre outros estabelecimentos, o People, uma das boates mais famosas dos anos 80/90.

A melhor carne do Rio - no Leblon

Mas o surpreendente é que apesar de ser um restaurante especializado em carnes, exatamente como o nome sugere, o cardápio é variado e dá muita importância para os peixes, entregues sempre fresquinhos por mergulhadores variados. Afinal, há que adaptar-se aos novos tempos, já que hoje em dia nem todo mundo se anima a comer uma picanha ou corte similar à noite, ainda que continue sendo o prato mais pedido. Os peixes, que  ficam expostos em uma bancada de gelo, são selecionados pelo cliente, ainda inteiros, e assados em folha de bananeira.

Giuseppe Grill

Frequento o Giuseppe Grill há anos e sempre gostei muito do seu ambiente de bom gosto, descontraído, porém elegante, com suas mesas de madeira e sem toalhas, que dão o clima low profile do restaurante. Um dos seus sócios, o restaurateur Marcelo Torres é um apaixonado por vinhos, o que fica claro na adega, que já foi considerada a mais completa da Zona Sul e não deixa nada a dever a restaurantes de NY ou Londres, com rótulos que vão de R$120 a R$24 mil, para os mais contidos ou para os que querem impressionar.

Giuseppe Grill

Desta vez, o almoço foi especial, já que fui convidada pelo próprio restaurante para provar alguns dos seus carros chefes.  Começamos com o simpático couvert, com deliciosas torradinhas e uma ótima saladinha de grão de bico. De entrada, pedi a panelinha de siri, com carne de siri desfiada, ervas e um levíssimo toque de azeite de dendê, muito saborosa. Meus companheiros de mesa foram, respectivamente, na panelinha de rabada com funghi e purê de batata baroa, que estava um sucesso, e na excelente salada morna de frutos do mar, com direito à folhas orgânicas que vêm de um sítio em Teresópolis.

Giuseppe Grill

Giuseppe Grill

O primeiro prato foi um pampo ao forno com molho de alcaparras muito gostoso, acompanhado de arroz de limão siciliano e farofa de abobrinha com farinha de Araxá. Tudo delicioso!

Giuseppe Grill

Ter dividido por três foi bom, porque em seguida veio um dos melhores cortes do Giuseppe, a picanha supra sumos, no ponto exato, macia, simplesmente perfeita! E, como carne sozinha não tem graça, vieram as batatas portuguesas sequinhas e uma farofa de cebola na manteiga simplesmente DIVINA (sou louca por farofa, mas confesso que sou exigente, farofa pálida não dá e esta estava no ponto! ).

Giuseppe Grill

De sobremesa, uma degustação de cair o queixo: mousse de chocolate com amêndoas, levinha e não muito doce, bem do jeito que eu gosto, creme siciliano (limão batido com sorvete de creme e regado com limoncello) e romeu e julieta, mas não qualquer romeu e julieta: goiabada que vem pelo correio direto de Minas e é servida aquecida com sorvete de queijo minas. Sem palavras!

Giuseppe Grill

A carne do Giuseppe Grill Leblon já foi eleita a melhor do Rio de Janeiro pelas revistas Veja-Rio e Gula e pelo  Rio Show, do O Globo (prêmio que sou jurada, por sinal). Além disso, o restaurante tem um espaço exclusivo no subsolo para acomodar cerimônias de casamentos e outros eventos. O sucesso é tanto que, para a época da Copa, eles já estão lotados!

Giuseppe Grill

E para provar que o Giuseppe é um restaurante super inn, encontramos a querida atriz Malu Mader, frequentadora assídua, boa de garfo, como eu, que comeu a mesma picanha supra sumos e adorou!

Giuseppe Grill Malu Mader

Fotos: Renata Araújo

Leia também:

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.