Em minha recente viagem à China, tive o prazer de conhecer o Hotel Mandarin Oriental Pudong, em Shanghai. Um dos melhores hotéis da cosmopolita Xangai, o MO fica à beira do rio Huangpu, em uma das áreas mais valorizadas da cidade. É também o coração financeiro da metrópole e a mais nova área da cidade, construída há trinta anos.

A cosmopolita Shanghai

A cosmopolita Shanghai

Com 362 quartos, ele conta com a maior e mais cara suíte presidencial da cidade. Claro que fiquei louca para conhecê-la, mas vai ficar para uma próxima vez, já que estava ocupada.

Área externa do Hotel

Área externa do Hotel

Logo de cara, percebemos o estilo contemporâneo do hotel e as inúmeras obras de arte espalhadas pela propriedade. Ao todo, são 4 mil peças! Um reflexo da parceria com o Museu Aurora, de arte contemporânea em Shanghai.

Lobby

Lobby

Obras de arte

Obras de arte

Fiquei encantada pelo lobby e seu painel cheio de cores, onde já dá vontade da gente tirar mil fotos. As luminárias suspensas também chamam atenção pela originalidade e modernidade.

Lobby

Lobby

No painel do lobby

No painel do lobby

A recepção fica bem discreta, como costuma acontecer em todos os hotéis MO.

Área da recepção

Área da recepção

No mesmo andar, há um lounge e bar bem agradáveis e espaçoso com vista para o verde. Pena o tempo não ter ajudado quando estive lá. Mesmo assim deu para ter uma ideia do ambiente calmo e clean que faz a gente fugir um pouco da agitação de uma das maiores metrópoles do mundo, mesmo estando bem central.

Bar

Bar

Outro dado importante para quem é amante de hotéis de luxo como eu, é que, cada Mandarin Oriental tem sua personalidade, sempre inserida no contexto onde ele está. Detalhes na decoração lembram sempre a cidade e/ou o país em questão.

hotel-mandarin-oriental-pudong-em-shanghai-9

No lounge

Não pude deixar de fotografar o banheiro, de tão elegante e charmoso que era.

Banheiro

Banheiro

Se estiver planejando uma viagem internacional, não deixe de comprar seu chip! Vale a pena viajar sem se preocupar com a internet. É só clicar aqui e comprar direto do blog o Easysim4u que funciona em todo o mundo.

Gastronomia e Spa

A marca asiática Mandarin Oriental presta muita atenção em dois quesitos na hotelaria: restaurantes e spa. Foram exatamente estas duas experiências que tive no Hotel Mandarin Oriental Pudong. Já sabemos que vários dos restaurantes da rede, assim como os spas, são premiados. Claro que em uma cidade global como Xangai, não poderia ser diferente.

Área abaixo do lobby

Área abaixo do lobby

O hotel conta com três restaurantes e tive a oportunidade de almoçar em um deles, o premiado Yong Yi Ting, com uma estrela Michelin, no primeiro guia da marca lançado no país, agora, em 2017. Ele apresenta a gastronomia de Jiang Nan, região do sul do rio Yangtze, o maior da China e o mais importante na história, cultura e economia do país.

Ambiente

Ambiente

Tanto o restaurante quanto o spa ficam no andar abaixo ao lobby. O ambiente do Yong Yi Ting é simplesmente deslumbrante! Sofisticado sem exageros e puramente chinês mas com toques contemporâneos. Adorei cada peça do mobiliário de lá. Sem contar a sublime escultura com as luminárias logo na entrada, lembrando as famosas lanternas chinesas. Lindo de morrer!

Luminárias na entrada

Luminárias na entrada

Provei o menu Jiang Nan, variado e delicado; uma refeição para a gente se deixar levar, sem pressa, e entrar em contato direto com os aromas e sabores da culinária asiática. Nossa refeição foi devidamente harmonizada com vinhos sugeridos pelo sommelier. Os chineses costumam comer com chá, o que pra nós pode parecer um pouco estranho… Mas o interessante é exatamente esta característica do hotel: ser internacional, sem perder as raízes.

Menu no

Menu Jiang Nan

Experiência no Spa

O spa do Mandarin Oriental Pudong muito me impressionou. Sou louca por massagens e procuro sempre fazer uma nos hotéis em que me hospedo. Posso dizer sem sombra de dúvidas que esta foi a maior sala de massagens em que já estive. Afinal, nada mais irritante que aquele espaço minúsculo, justo na hora em que devemos relaxar e esquecer dos problemas cotidianos.

Sala de Massagem

Sala de Massagem

Além do espaço, um lugar claro, com luz natural, banheira grande e duas camas, já, que, no meu caso, a massagem era para o casal. Terapeutas mais do que experientes, que te deixam à vontade e sabem exatamente se concentrar nas áreas em que mais precisamos.

Detalhes do Spa

Detalhes do Spa

No

Relaxando no Spa do MO

Para fazer reservas no Mandarin Oriental Shanghai, clique aqui.

Logo na entrada já sentimos o clima relaxante do lugar e a simpatia dos funcionários. Ao terminar, uma sala para descansar, como uma intermediação para voltar à correria da vida normal. Chás e petiscos leves são servidos à vontade.

Spa

Spa

Chá e descanso após massagem

Chá e descanso após massagem

O Mandarin Oriental Pudong em Shangai foi totalmente aprovado. Só me resta agora voltar e ter a experiência completa de hospedagem no hotel.

Texto e Fotos por Renata Araujo

Dezembro de 2016

Leia mais:

O que fazer em Tel Aviv

Novidades da British Airways

Viña Vik, hotel-vinícola de luxo no Chile

Novos musicais da Broadway

Salvar

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.