Nos jogos da Copa é impossível não prestar atenção na marca de relógios de luxo e não lembrar da minha viagem à Fábrica dos relógios Hublot na Suíça, um dos patrocinadores, já que ele é o relógio oficial que marca o tempo de cada partida.
image
Durante a minha viagem para Suíça, tive a oportunidade de conhecer a fábrica de uma das marcas de relógios mais famosas do mundo, na cidade de Nyon.
20140508_SSBT_1065_Alta_CredTomasRangel

Durante a visita, pudemos observar  o trabalho minuncioso dos profissionais, função que requer muita técnica e concentração. Pelo menos a vista deve ajudar a insipirá-los. O mote da marca é a fusão entre tradição, e futuro, com seu design, conhecimento e materiais usados em cada relógio.

 

montagem hublot
Criada em 1980 e inovando o mercado de relógios, a Hublot fabrica 150 relógio por dia e 42 mil por ano! E os responsáveis por estes números são os 300 funcionários que ali trabalham durante 8hs por dia.

image (4)

Os relógios mais complicados levam dez meses para ficar prontos e podem ter até 550 componentes. O mais barato custa 5 mil francos (cerca de 12 mil reais) e o mais caro, 5 milhões!

image (6)
image (5)
A Hublot não tem estoque, produzem por demanda.
image (7)
A marca tem uma forte ligação com o esporte e já produziram produtos exclusivos com nomes de jogadores, como o de Pelé.
Hublot
hublot_classic_fusion_chrono_aero_pele
Também visitamos a fábrica da Victorinox, conhecida marca de canivetes suíços,  criada em 1884. Lá são fabricados 150 mil facas e canivetes por dia. O canivete básico tem dez funções e o mais completo, 141. A Victorinox também faz relógios e até malas. A fábrica que conhecemos fica na cidade de Ibach, perto de Lucerne.
victorinox
Ambas as fábricas só aceitam visitas pré agendadas e não são abertas ao público em geral.
Por: Renata Araújo
Fotos: Renata Araujo, Tomás Rangel e divulgação
Leia também:
Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.