Karine Teles em "Os Últimos Dias de Gilda", representante do Brasil no Festival de Berlim 2021


Na coluna desta semana, celebramos o feito da série “Os Últimos Dias de Gilda”, com Karine Teles, a única representante brasileira no Festival de Berlim 2021. Aliás, vale lembrar que o evento terá edição online em março. Destaco também outras duas produções brasileiras do gênero. Certamente, imperdíveis e com mulheres poderosas. 

+Os motivos do sucesso de “Bridgerton”

+O fim da série “Mundo Sombrio de Sabrina”

A representante brasileira no Festival de Berlim 2021

Quanta alegria em meio a um cenário ainda tão incerto. Foi assim a minha sensação ao descobrir que a brilhante e libertária série “Os Últimos Dias de Gilda”, estrelada por Karine Teles, será a representante do Brasil no Festival de Berlim 2021. A produção do Canal Brasil, aliás, será a única a ser exibida em um dos maiores eventos de cinema do mundo este ano. Detalhe: esta é a primeira vez que um produto da nossa TV participa da Berlinale. São muitos motivos para comemorar e, portanto, também vou listar, além de “Gilda”, que eu já tinha falado em uma das primeiras colunas, outras séries sobre mulheres de fibra que you must see

Antes, porém, conto aqui como a atriz Karine Teles recebeu a notícia. “Estamos muito felizes com a seleção. Principalmente, porque é a primeira vez que uma série brasileira participa do festival. Traz uma sensação muito boa – no meio desta loucura que estamos vivendo – ver uma notícia dessa para o nosso audiovisual, o país. Dá esperança”, celebra ela. “E agora muito mais gente vai ter acesso à série. Esse trabalho é muito forte e espero que reverbere nas cabeças e nos corações das pessoas”, torce, então.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

Os Últimos Dias de Gilda (Canal Brasil/ Globoplay)

Para comemorar a exibição da série, única representante do Brasil no Festival de Berlim 2021, o Canal Brasil fará uma maratona com os quatro episódios nesta sexta-feira (29), a partir das 23h15. Além disso, o programa também estará aberto na Globoplay para não-assinantes até o dia 2 de fevereiro. Ou seja, imperdível!

A série conta a história de uma mulher independente do subúrbio, que cria galinhas e porcos e que tem uma vida sexual acima da mediocridade. Então, por causa da volúpia e da pureza, passa a ser esculhambada pela vizinhança e alvo de todo o tipo de repressão e agressão da comunidade, onde está em ascensão a milícia e o neopentecostalismo. Há atuações brilhantes da protagonista, a premiada Karine Teles, e também de Erom Cordeiro, Ana Carbatti e Julia Stockler. Portanto, se ainda não viu, se apresse. A trama conduz a um final apoteótico e necessário, para debatermos temas tão presentes no dia a dia, como sexismo e intolerância. 

+5 melhores séries de 2020

Séries brasileiras com mulheres de fibra  

Rotas do Ódio (Globoplay)

Trazendo à tona os desafios de uma delegacia especializada no combate aos crimes motivados pelo preconceito, “Rotas do ódio”, agora está disponível na Globoplay. Aliás, a série fez muito sucesso durante a exibição no Universal Channel. Dirigida pela premiada cineasta Susanna Lira, a trama ambientada em São Paulo investiga, então, na primeira temporada, a Falange Branca, principal organização neonazista da cidade. À frente desta empreitada está a delegada Carolina Ramalho, vivida pela ótima e carismática Mayana Neiva. Suspense, intrigas e o melhor do gênero policial tomam forma na série, sem dúvida um grande must see. Nesta quinta, aliás, a diretora e Mayana conversam pelo Instagram a respeito do projeto, às 19h.

+10 filmes imperdíveis do Disney Plus, de fato

Rotas de ódio
Mayana Neiva é uma delegada em “Rotas do Ódio”, então

Bom Dia, Verônica (Netflix)

Tainá Müller, Eduardo Moscovis e Camila Morgado estrelam a série baseada, assim, no livro de Raphael Montes e Ilana Casoy. Com direção de José Henrique Fonseca, Izabel Jaguaribe e Rog de Souza, a trama também tem clima policial. Assim, a escrivã do título, vivida por Tainá, investiga crimes de agressão contra mulheres que tinham sido arquivados. A partir daí, uma grande lente de aumento revela a realidade de muitas mulheres que sofrem maus tratos e são silenciadas. Aliás, são mulheres que muitas vezes têm suas vidas caracterizadas pela manipulação e o medo, não só a agressão física em si. Isto é, a série fala da violência que habita em nós e nos rodeia. Além disso, vale destacar as atuações magistrais de Camila Morgado e Eduardo Moscovis como um casal.  

+O sucesso de “Undoing”, nova série com Nicole Kidman

A representante do Brasil no Festival de Berlim 2021
Camila Morgado e Eduardo Moscovis brilham, de fato, em “Bom Dia, Verônica”

Texto por Guilherme Scarpa. Janeiro 2021.

Fotos reprodução.

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com OMEUCHIP e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.