O que fazer em Santo Domingo, capital da República Dominicana

O Turismo da República Dominicana nos convidou para explorar a ilha além de Punta Cana! Já falei em outro post sobre Puerto Plata e, agora, vou contar tudo sobre Santo Domingo, a capital da República Dominicana e uma das cidades mais antigas do Caribe. Além disso, seu Centro Histórico foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade em 1990. Ou seja, um lugar com muita cultura e história! Portanto, vale a pena incluir este destino no seu roteiro:

+Reserve aqui o seu hotel na Republica Dominicana pelo melhor preço

O que fazer em Santo Domingo

A capital da República Dominicana é considerada a primeira cidade fundada pelos colonizadores espanhóis nas Américas, então certamente a sua maior atração é a Zona Colonial, que é uma verdadeira aula de história. Mas, além de seus belos prédios e monumentos preservados, Santo Domingo também tem muita natureza! Vamos, então, à nossa lista:

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

  • Parque Nacional Los Tres Ojos

Certamente um dos programas imperdíveis em Santo Domingo é conhecer este parque nacional! A 20 minutos da Zona Colonial, este belíssimo parque abriga uma caverna com quatro lagos de água doce, azul e transparente. São eles Azufre, La Nevera e Las Damas, e o quarto é acessível somente por uma pequena barcaça de madeira puxada manualmente. Mas, prepare as pernas! São mais de 1.000 degraus de descida, e depois subida. Ah, e infelizmente não é possível mergulhar nos cenotes, por conta da sua preservação nacional. Dica You Must Go: vá de manhã, que é quando a luz do sol bate nos lagos.

+Top 5 passeios em Punta Cana
+Passeio para a Ilha Saona, em Punta Cana

O lago acessível somente de barco

Olha a cor da água, que linda!

  • Boca Chica

Esta é a praia mais perto de Santo Domingo, que fica a 30 minutos de carro. Um paraíso de mar caribenho azul turquesa, frequentado por moradores, com uma grande faixa de areia e vários beach clubs.

  • Zona Colonial

Este é o coração de Santo Domingo! A Zona Colonial tem como ponto de partida o Parque Colón, a praça principal, onde há uma homenagem a Cristóvão Colombo, que descobriu a América ao desembarcar nessa região. Ali em frente, fica a Catedral de Santo Domingo, a Basilica Catedral de Santa María la Menor, considerada a primeira Igreja do Novo Mundo, construída entre 1521 e 1541.

Parque Colón

A frente da Catedral

Outro ponto interessante é o Panteón de La Patria, que fica na Calle Las Damas, antiga igreja jesuíta do século 18 e que virou mausoléu nacional em 1956. Atualmente, abriga os restos de heróis dominicanos como, por exemplo, Gregorio Luperón e María Trinidad Sánchez. A entrada é gratuita. Logo em frente, o Museu de Las Casas Reales, usado como Corte Real do governador espanhol no século 16.

O Panteón

Caminhando pela Calle Las Damas, chegamos na Plaza de España, bem ampla e aberta, cercada de restaurantes e bares. Além disso, é lá também que fica o palácio Alcázar de Diego Colón, uma construção de estilo gótico e renascentista, onde hoje funciona um museu. Aproveite para ver a vista do rio Ozama e o porto com seus navios!

Plaza de España

A Calle El Conde é uma das principais ruas comerciais da Zona Colonial, fechada para carros, com muitas lojinhas típicas, artistas de rua, cafés, bares e restaurantes.

De Trikker

Certamente a melhor maneira de conhecer a Zona Colonial é à pé, mas quem quiser explorar de uma maneira diferente (e divertida!), pode fazer o tour de trikker! Calma, eu explico. Trikker é uma mistura de triciclo e bicicleta motorizado, e você vai percorrendo os pontos históricos de Santo Domingo nele. Tudo com um guia, claro, e capacete. Além disso, cada pessoa vai com o seu fone de ouvido, que permite escutar todas as explicações do guia. Um passeio divertido para toda a família!

Passeio de trikker pelas ruas

De trikker, passamos pela Calle Hostos, onde ficam as ruínas do primeiro hospital das Américas, o Hospital San Nicolás de Bari. Lembrando que a idade mínima para esta atividade é de 12 anos.

As ruínas

  • Malecón de Santo Domingo

Malecón é como eles chamam o calçadão! Apesar de não ter praia, vale a pena dar uma caminhada por lá para conhecer a orla de Santo Domingo e admirar o mar caribenho. Aliás, ela foi revitalizada há pouco tempo, então está novinha! Dica You Must Go: aproveite os balanços que ficam espalhados pela orla para relaxar e claro, tirar lindas fotos.

A ponta do Malecón

Onde comer

  • Buche Perico

Perto da praça principal, este é um dos melhores restaurantes de Santo Domingo! Em um casarão, assim que entramos há um ambiente interno, o bar, e logo atrás um super pátio interno, bem espaçoso, com muitas plantas e luzinhas. No cardápio, releituras da cozinha tradicional dominicana, além de alguns pratos internacionais. Os drinques também são bem interessantes!

Comida deliciosa

  • Jalao

Em plena Praça Colón, este é um restaurante típico dominicano, que conta com shows à noite. O ambiente é espaçoso, com dois andares, e a varanda bem agradável. Certamente, no cardápio encontramos pratos clássicos da República Dominicana, além de massas, carnes e peixes.

Onde ficar

Super bem localizado na Zona Colonial, em plena Calle Las Damas, este hotel também é histórico! De 1502, ele foi residência do então governador espanhol de Santo Domingo, Nicolas de Ovando. São 92 quartos e 4 suítes em estilo colonial, com vigas de madeira e muitos arcos. Além do restaurante, há também uma agradável piscina, academia, e o bar.

O quarto

Área da piscina

Como chegar

Você pode ir para Santo Domingo fazendo escala no Panamá, Lima ou Bogotá, ou direto de Punta Cana, que fica a 190 km, ou seja, 2h30 de carro.

A jornalista viajou a convite do Turismo da República Dominicana, conectada com o chip da Easysim4u e assegurada pela GTA.

Texto e fotos por Duda Vétere. Novembro 2019.

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.