Estou há cinco dias em alto mar a bordo do Monarch em uma viagem de navio pelo sul do Caribe, um dos mais procurados por brasileiros. Ano passado, 15 mil passageiros saindo do Brasil fizeram este percurso e a meta é que este número dobre para o ano que vem. O  navio tem capacidade para 2.700 pessoas e a grande maioria é latino americana.

Viagem de navio pelo sul do caribe

 

Viagem de navio pelo sul do caribe

São 14 andares, bares, restaurantes, teatro, cassino, piscinas, academia, spa, espaço exclusivo para crianças e para adolescentes, lojas e atividades durante todo o dia.  Tivemos a oportunidade de fazer um tour e conhecer a cabine de comando do navio, onde o  Capitão Augusto Neto, português, nos explicou curiosidades da profissão e o dia-a-dia de um navio deste porte. Conhecemos também as suítes mais luxuosas do Monarch.

Viagem de navio pelo sul do caribe

Viagem de navio pelo sul do caribe

Viagem de navio pelo sul do caribe

Uma curiosidade é o corpo de baile que é todo brasileiro e se apresenta quase toda a noite, além de uma banda, também brasileira e outra, da República Dominicana. Conhecemos todos os bares, com destaque para o 360, que fica no último andar e onde são feitos drinques variados.

Viagem de navio pelo sul do caribe

Viagem de navio pelo sul do caribe

 

Viagem de navio pelo sul do caribe

Mas a parte do navio mais frequentada pelo grupo de jornalistas convidado foi o Waves Yatch Club, uma área vip, toda reformada, muito confortável, com direito a wi fi, comidinhas e bebidas durante todo o dia. Os passageiros das 14 suítes também podem frequentar o Waves.

Viagem de navio pelo sul do caribe

Viagem de navio pelo sul do caribe

Nossa viagem começou em Cartagena de las índias, um dos destinos turísticos mais conhecidos na Colômbia. Chamada de Cidade Murada, Cartagena foi fundada no século 16 e tem um povo acolhedor e simpático. Com um milhão e duzentos habitantes, a cidade histórica é patrimônio mundial da UNESCO, tem 49 fortes e 11 kms de muralha.

Cartagena

Visitei o o porto de Cartagena, o maior da Colômbia,  muito bem localizado, pertinho do centro e que recebe 19 linhas de cruzeiros de setembro a junho. Ele tem capacidade de receber quatro cruzeiros simultâneos e até um milhão de passageiros por dia, além de abrigar um pequeno zoólogico com mais de 50 espécies de aves. Do porto, fizemos um belo passeio de catamarã até o centro, uma ótima maneira de chegar até à cidade no fim de tarde.

 

Cartagena

Cartagena

Com suas ruas estreitas, ela é conhecida pelas fachadas das casas sempre floridas com bouganvilles. E outro programa imperdível é fazer um passeio de charrete para conhecer bem a cidade, que é surpreendente, cheia de bares e restaurantes sofisticados.

Cartagena

 

Cartagena

Com uma posição geográfica privilegiada, Cartagena recebe vários voos diários dos EUA e tem diversas atrações. Uma delas é o Forte de San Felipe, que sofreu ataques de piratas nos séculos XVIII e XIX.

Forte San Felipe forte colombia

Cartagena

Também fomos no Cerro de la Popa, um convento que fica no alto da cidade e oferece uma vista espetacular, de 360 graus, Cartagena e no Museu da Esmeralda, já que 60% da pedra preciosa são extraídos no país.

Cartagena

Cartagena

E um passeio imperdível é fazer o tour no Chivas Bus, um ônibus típico com músicos colombianos que tocam e cantam durante o trajeto, regado a muito rum, sempre com um guia gaiato. Divertidíssimo!

Cartagena

Cartagena

No centro, destaca-se o hotel Sofitel Santa Clara, um antigo convento do sec XVII, que tem uma combinação perfeita entre tradições históricas e luxo, com um bar bem agradável, aberto também aos não hóspedes.

sofitel santa clara

Viagem Sul do Caribe

 

Almoçamos no restaurante El Santíssimo, com um cardápio que oferece pratos típicos colombianos com um toque contemporâneo.

Cartagena

E ficamos hospedados mesmo no Occidental Gran Cartagena, no bairro de Manzanillo, um pouco afastado do centro. Com 190 quartos e três piscinas, o hotel tem quartos confortáveis e é bem espaçoso.

Cartagena

Cartagena

A parada seguinte foi a ilha de Aruba, descoberta por espanhóis, mas colonizada por holandeses, e independente desde 1986. A língua oficial é o papiamento, mas todos falam outros idiomas, como inglês e espanhol. Uma dica é passear de jeep pela costa norte da ilha, com praias selvagens e ondas fortes que quebram nas pedras. A formação de rocas e as incríveis pontes naturais formam um visual deslumbrante. O turismo é a principal atividade da ilha vulcânica e do outro lado, temos a praia mais famosa: Palm Beach, com água calma e verde. Ali pertinho, fica a Eagle Beach, com suas árvores tortas, o símbolo de Aruba.

Aruba

Aruba

Aruba

Aruba

Aruba

De lá, fomos para Curaçao, a maior ilha das Antilhas, descoberta em 1499, e que, em português, quer dizer Coração. A capital Williamstat é considerada uma das mais coloridas do mundo por conta de suas charmosas casas do século XVIII e chega até a lembrar a arquitetura de Amsterdã. Curacao tem mais de 35 praias, todas paradisíacas, ideais para mergulho e prática de esportes náuticos. A população é de 150 mil habitantes, divididos em 50 nacionalidades diferentes.

Curaçao

 

Curaçao

Curaçao

 

Curaçao

Amanhã, o desembarque vai ser na cidade no Panamá. Vale lembrar que viajar de navio é uma boa opção para para conhecer vários lugares, além de aliar a comodidade da hospedagem com um visual inigualável e evitar o stress dos aeroportos. Ainda é divertido, com várias atividades a bordo, fazendo com o trajeto passe mais rápido.

viagem de navio antilhas e caribe sul

 

Monarch

 

E do Monarch entrei ao vivo no Estudio i, da Globonews, falando um pouco mais sobre minha viagem. Clique AQUI para assistir o vídeo.

Estudio I Monarch

 

Estudio I Monarch

Todos os passeios que nós fizemos são vendidos durante o Cruzeiro, e são recomendáveis, já que é mais seguro estar em uma programação ligada ao navio.

Navio Caribe

 

Confira no nosso canal do Youtube o vídeo sobre o cruzeiro. Para se inscrever, clique aqui.

Em Setembro, o roteiro do Monarch vai mudar. No lugar de La Guaira, na Venezuela onde o navio parou por por um dia, entra Bonaire, uma linda ilha que faz parte do ABC do Caribe.

Já o Zenith, um navio menor, com capacidade de 1800 passageiros, passa a fazer este primeiro roteiro: Cartagena, Aruba, La Guaira, Curaçao e Colon. E de dezembro de 2015 a março de 2016, o navio fará o roteiro “Paraíso do Caribe” com paradas em La Guaira, Aruba, Panamá, Cartagena e Curaçao.

Pullmantur é uma empresa espanhola que pertence a Royal Caribbean, com uma frota de 5 barcos e está no Brasil há 4 anos. Para mais informações, entre no site da Pullmantur, que me convidou para este cruzeiro.

Por Renata Araújo

Abril de 2015.

Leia também:

Viagem inaugural do Quantum of the Seas

Voo inaugural Air Canada Rio Toronto

O que fazer em Cartagena das Índias

Luxo em alto mar

Turks and Caicos, paraíso no Caribe

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.