Desembarcamos em Narita e pegamos logo um limousine bus direto para o Grand Hyatt; dica do próprio hotel. Funcionou super bem, já que o aeroporto fica muito fora da cidade, os táxis são caros e andar de metrô, depois de horas e horas de viagem,  carregando mais de uma mala cada um, não é a sensação mais agradável do mundo. O transporte custou cerca de U$40 por pessoa, levou uma hora e nos deixou na porta do hotel.

Um das torres vizinhas ao hotel

 

A rua do hotel toda iluminada

O Grand Hyatt fica no bairro de Roppongi Hills, uma área de 28 acres, que foi reurbanizada há alguns anos e reúne arranha céus impressionantes, como as torres de mesmo nome e que são abertas para visitação. É um bairro internacional, com muita vida e várias opções de entretenimento que ficam abertas até tarde.

Um dos restaurantes com acesso interno

Além disso, o próprio hotel fica dentro de um complexo de bares, restaurantes  e lojas e está cerca de quinze minutos de metrô de Ginza, o bairro chique, das lojas de grife – a Quinta Av. local.

Esculturas na entrada dos elevadores

O segundo lobby

Entrada do restaurante e lounge

Quando chegamos no Grand Hyatt Tokyo, o que mais nos surpreende é sua grandiosidade! O hotel tem 21 andares e 387 quartos. Ficamos hospedados no andar…  Já no lobby percebemos que é um hotel de estilo contemporâneo, de bom gosto e que aparenta ser mais novo do que é, na realidade: sete anos. Prova de que a manutenção funciona e bem.

Belo projeto de paisagismo

O projeto de arquitetura foi feito por Takashi Sugimoto, conhecido por Super Potato, especialista em hotéis na Ásia e um mestre do design.

Mimos para uma blogueira de viagem

No quarto, com decoração moderna e de bom gosto, nos esperavam várias caixinhas de chocolate e morangos – combinação que adoro. Primeiro sinal da gentileza japonesa.

Cama confortável, ao lado da janela

Banheiro super moderno com luz que ascende sozinha e outros gadgets

Como se sabe, os japoneses moram em espaços mínimos. Levando isso em conta, o quarto era ótimo, com um bom banheiro, com direito à banheira e tudo.

Restaurante do café da manhã

Oferta de frios e sucos variados

 

 

A chef que prepara o delicioso café todos os dias

Vista do restaurante

O restaurante onde é servido o café da manhã é o Grand Louge, no mesmo andar do nosso quarto, bem prático, com uma vista bem cosmopolita da cidade.

A espaçosa suíte presidencial

Torre de Tóquio, um dos ícones da cidade, uma das vistas da suíte

Sala de jantar e de estar: conforto total!

Last but not least: uma gigantesca piscina privativa!

O enorme banheiro, todo de mármore

Fui convidada para fazer um tour pelo hotel e vistei as suítes presidenciais, que são de cair o queixo e custam a bagatela de U$5 mil por noite. É pra quem pode! No caso: Madona, Tom Cruise, George Clooney e Cameron Diaz, alguns dos hóspedes que passaram por ali.

A recepção do spa

A grande piscina aquecida

E uma das salas de tratamento

O spa de 1.300 metros quadrados, que conta com piscina e sala de ginástica, fica no quinto andar e é frequentado por hóspedes e sócios privados. Os tratamentos são maravilhosos! Tive a chance de provar uma das massagens relaxantes e adorei!

Foto tirada no estúdio fotográfico do hotel

No Japão é muito comum casamentos serem celebrados em hotéis. Só no Grand Hyatt, são cerca de 600 por ano! De dez a doze casamentos por fim-de-semana, uma loucura!

Estúdio profissional para os noivos

Eles estão tão bem preparados que tem até estúdio fotográfico profissional para os noivos fazerem o registro do momento mais marcante de suas vidas.

Capela onde são realizados os casamentos

E no estilo budista

O hotel oferece dois tipos de celebração, da maneira ocidental, em uma capela e o budista, religião mais comum no país, junto com o xintoísmo.

Um dos belos e modernos restaurantes

Além de tudo já mencionado, o Grand Hyatt ainda conta com DEZ restaurantes. Mas isto é assunto para um próximo post. Só posso dizer que fui muito bem recebida nos meus primeiros dias em Tóquio.  Obrigada, Hyatt, adorei!

 

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.