Por Renata Araújo

Apesar dos brasileiros insistirem em preferir Barcelona, sou obrigada a defender a cidade onde morei, por três anos, e desenvolvi uma relação especial de carinho e admiração. Então, vamos às minhas dicas de Madri,

Os arredores da Plaza Colón: antigo e modero

A capital da Espanha é cosmopolita, com atrações diversas, museus sensacionais e bares e restaurantes que no fazem lamber os beiços. O metrô funciona muito bem e leva o morador e o turista a qualquer canto. Quem prefere admiarar a paisagem, pode ir de ônibus, muito seguro e ainda com direito a wi-fi gratuito!

Madri vista de cima

Apesar de ser uma cidade onde se respira história por todo lado, o que turista logo percebe ao admirar seus monumentos e sua arquitetura, ela tem um lado moderno e sofisticado, que nem todo mundo chega a conhecer.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

Arquitetura típica de Madri

Os madrilenhos são um povo muito animado que saem às ruas em qualquer situação, faça calor ou frio, chuva ou neve. Eles tem o hábito de tomar café na rua, almoçar, jantar… E beber!! Como bebem, os espanhóis! Ou seja, a cidade tem sempre cara de feriado.

Outro ponto alto é, que, por mais que faça frio, há muitos dias de sol em Madri, o que faz toda a diferença!

Banco de Espanha: um dos símbolos da cidade

Para nós, não é uma cidade muito grande, são 3 milhões de habitantes, mas cada bairro tem seu charme distinto e muitos deles valem a pena serem visitados.

Bandeira de Chueca

Chueca – um dos meus preferidos! O bairro gay madrilenho, onde heteros são também muito bem vindos, encanta qualquer turista com suas lojas transadas e seus bares e cafés pequenos, porém  charmosos. Vale a pena passar uma tarde pelas ruas Fuencarral (fechada para carros) e Hortaleza, entrando de loja em loja,  esticar até a noite, tomar um drinque no Areia , um bar marroquino com muito estilo. Não deixe de pedir o mojito, que é uma especialidade da casa.

Areia: um charme de bar

Se estiver com fome, a rede de tapas Lateral é o lugar certo e bem no coração do bairro. Peça os croquetes de jamón, o solomillo (carne) com brie ou pimentões com queijo de cabra e o tradicional pan con tomate.

Ali ao lado, tem o Mercado Fuencarral, com lojas alternativas e de designeres madrilenhos,  com muitas opções, que vão além de roupas, e incluem acessórios e beleza. Ótimo para comprar presentes.

Traços da bela arquitetura

Ainda em Chueca, você não pode deixar de passar pelo Mercado San Antón ,  fundado no  sec XIX, e totalmente remodelado há alguns anos. Peixes, aves, sushis, padaria, creperia… a oferta gastronômica é farta e sofisticada. Destaque para o restaurante e o bar no último andar, duas ótimas pedidas, quando o tempo permite, já que são ao ar livre.

O charmoso Mercado San Antón

Hotel Europa: no centro de Madri

Pertinho dali, pra quem preferir tomar um chocolate ou fazer uma boquinha comendo um sanduíche, uma salada ou um carpaccio, há o Cacau Sampaka,  uma chocolateria/restaurante que vive cheia de manhã à noite e é ideal, tanto para fazer um lanche, como para comprar chocolates para levar para a casa.

O simpático Cacau Sampaka

Quem gosta mesmo de um chopp bem tirado, sobretudo se for no verão, não pode deixar de dar passadinha na Cervezaria Santa Bárbara e tomar um choppinho acompanhado de um típico presunto de parma. Não esqueça de pedir una caña e un jamón.

Cartaz de restaurante madrilenho

La Latina e Centro- outro bairro boêmio e gastronómico que é parada obrigatória!   Em algumas ruas, há uma concentração enorme de bares e restaurantes. Para quem é carioca, pode imaginar um Baixo Gávea local com dez vezes mais opções para beber e comer. Para os paulistas, basta se lembrar da Vila Madalena.

La Latina, vista do El Viajero

Destaque para El Viajero– chopp, vinhos e carne ótimos; Juana la loca – tapas muitos gostosos e Corazón Loco – bar da família Bardén, com tapas maravilhosos e ambiente muito agradável. No verão, todos os restaurantes colocam suas mesas na calçada mas mesmo no frio, os madrilenhos costumam lotar a porta de cada lugar, bebendo e petiscando do lado de fora.

Fachada de um bar típico em La Latina

Deliciosos petiscos madrilenhos

Perto dali,  é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade:  Plaza Mayor. Não recomendo parar comer ou beber por lá, já que, por ser extramamente turístico, os preços são exorbitantes e a qualidade da comida deixa a desejar.

A bela Plaza Mayor

O urso, símbolo de Madri, no centro da cidade

Em compensação, há uma sugestão maravilhosa para comer, depois de conhecer a praça e tirar muitas fotos: o Mercado San Miguel. Construído em ferro no sec XVII, foi restaurado e reinaugurado há alguns anos e virou um sucesso, entre locais e turistas. Ali, come-se e bebe-se de tudo um pouco, de pães a doces, passando por caviar, vinhos e típicos tapas espanholes. Cada estação tem um balcão ou mesinhas e a graça e ir mudando de lugar e experimentando o que apetecer.

As delícias do Mercado San Miguel

Salamanca – o bairro mais sofisticado de Madrid. É lá que ficam as lojas de grifes famosas como Valetino, Gucci, Dior e Prada, concentradas entre as Calles Ortega y Gasset  e Serrano. A rua Serrano é uma grande avenida, muito arborizada e  que já ganhou até uma eleição internacional como a rua mais bonita do mundo. Vale a pena percorrê-la por inteiro, seja para fazer compras ou simplesmente para olhar vitrines e passear.

 

Os principais estilistas espanhóis também tem suas lojas ali e valem a pena ser visitados, como,  Purificación Garcia, Adolfo Dominguez e Uno de 50 (loja de acessórios em prata maravilhosa)!

Uma das minhas preferidas: Uno de 50

Bijoux de luxo

Falando em loja espanhola, não posso deixar de citar a principal cadeia no país: El Corte Inglés, onde é possível comprar de tudo, literalmente: de artigos para bebês, passando por eletrônicos e ingressos para shows, além de roupas, acessórios, maquiagem, eletrônicos, etc. O bom é que tem uma em cada ponto da cidade. Na Serrano, tem três, todas separadas por setores: roupas/ eletrônicos e livros/ maquiagem e acessórios. Detalhe: turistas tem 10% ao mostrar o passaporte!

Cartaz do El Corte Inglés em português: demanda de brasileiros

Este são meus bairros preferidos de Madri. Em um próximo post, dicas de museus e hotéis.

Leia também: 

Compras na Espanha

Grifes espanholas

Onde ficar em Madri

Onde comer em Madri

 

 

 

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.
Compartilhe
Publicado por
Renata Araujo

Posts recentes

Rio Montreux Jazz Festival – versão online e gratuita

O Rio Montreux Jazz Festival acontecerá neste fim de semana mas em formato online e…

11 minutos atrás

Maior evento online de vinhos portugueses no Brasil

Vinhos de Portugal 2020 acontecerá de forma 100% virtual. Veja os detalhes do evento!

1 dia atrás

Único hotel do Brasil com Safari: Portobello Resort

Que tal conhecer o único hotel do Brasil com safari? O Portobello Resort é um…

2 dias atrás

Como é fazer uma trilha na Floresta da Tijuca

A trilha na Floresta da Tijuca é um passeio de imersão na natureza que vale…

3 dias atrás

Bühler: hotel charmoso em Visconde de Mauá

Bühler é um hotel charmoso em Visconde de Mauá. Neste post, você vai descobrir tudo…

4 dias atrás

Dia Mundial do Pão: veja onde comemorar

Dia Mundial do Pão. Este alimento que está sempre presente na nossa mesa e nós…

5 dias atrás