Depois de mais de cinco meses em casa, a procura por programas e atividades ao ar livre é grande! E certamente no Rio o que não faltam são opções. Nesta fase da flexibilização, os parques e trilhas reabriram com restrições. Além da obrigatoriedade de máscaras e distanciamento, alguns pontos, mirantes e trilhas estão fechadas e outros estão com controle de acesso com limite de pessoas, para evitar aglomeração. Portanto, confira neste post 5 trilhas com as melhores vistas do Rio de Janeiro, e o depoimento de quem já esteve por lá nas últimas semanas. Leia também sobre o movimento voluntário no combate à pandemia e a data de abertura dos hotéis no Rio.

+Reabertura dos pontos turísticos no Rio

+Destinos para ir de carro perto do Rio

5 trilhas com as melhores vistas do Rio de Janeiro

Dois Irmãos

A trilha que dá acesso ao “irmão maior” tem início no Vidigal. São 1,5km de trilha em 40 minutos de trechos, alguns um pouco íngremes, mas nada tão difícil. Certamente a vista recompensa todo o esforço! Do topo, conseguimos ver também a Floresta da Tijuca, Rocinha, as Ilhas Cagarras e Niterói. Para chegar até a trilha, é preciso seguir até o campo de futebol na Vila Olímpica do Vidigal, de onde começa o trajeto. A melhor opção para chegar lá é pegar um moto-táxi ou uma kombi na entrada da comunidade.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

Uma das vistas lá de cima

Pedra Bonita

A trilha tinha sido aberta em julho, na retomada da visitação do Parque Nacional da Tijuca, mas foi fechada novamente depois que várias pessoas descumpriram as medidas estabelecidas para a visita. No dia 24 deste mês, ela foi reaberta, mas com restrições. O horário de visitação é das 8h às 17h de segunda a sexta-feira. Portanto, por enquanto não é possível subir nos fins de semana e feriados. ”Ela também ainda está sem possibilidade de acessar de carro o estacionamento de visitantes. Isso significa que a caminhada que normalmente dura uns 50 minutos até o topo ganha mais uns 25 de subida intensa, que é a Estrada da Pedra Bonita, aquela ladeira que também dá acesso à rampa de asa delta”, complementa Thiago Mourão, empresário, guia turístico e CEO e fundador da Jungle Me.

Vista da Pedra Bonita

Também está proibido madrugar na trilha para ver o nascer do sol no mirante e permanecer no topo por muito tempo, para contemplar a vista. ”Aliás, vale ressaltar que banho de cachoeira e rio não está permitido em nenhum local do Parque Nacional da Tijuca (nem no Horto, nem no Alto da Boa Vista). O parque está com o slogan “parque em movimento”, ou seja, a ideia é que as pessoas possam entrar e caminhar mas não ficar paradas em nenhum ponto para não gerar aglomeração”, conta Thiago.

Pedra da Gávea. uma das trilhas com as melhores vistas do Rio de Janeiro

É o maior bloco de pedra à beira mar do mundo. Uma trilha longa e pesada, com duração de no mínimo 3 horas, e por isso já foi considerada uma das mais difíceis do Rio. O ponto crítico é conhecido como a Carrasqueira, um paredão de 30m de altura, quase reto. Portanto, é preciso muita disposição e habilidade! Do topo, se tem uma vista linda 360º da cidade, toda a Barra da Tijuca e oeste do Rio, além do Pão de Açúcar, Corcovado e a Floresta da Tijuca.

Vista de cima da Pedra da Gávea

Praias Selvagens – Parque Estadual da Pedra Branca

As praias selvagens ficam em Barra de Guaratiba, Zona Oeste do Rio, dentro do Parque Estadual. A trilha tem 3 km de percurso que pode ser completado entre 40 e 90 minutos, e pelo caminho, você passa pelas Praia do Meio, Praia Funda e Praia do Inferno. A Trilha das Praias Selvagens é de dificuldade leve e conta com uma bifurcação para a Pedra da Tartaruga, de onde é possível ver as praias do alto. Quem esteve por lá foi Valdir Ferreira Jr, professor de mountain bike. ”Fui com amigos, fizemos a trilha que vai até a Praia do Perigoso, pela Pedra da Tartaruga, e voltamos. Estava bem movimentado, com bastante gente. As pessoas estão buscando exercícios ao ar livre, depois de tanto tempo em casa. Além do que é ótimo para a nossa imunidade, e para ativar a vitamina D”, diz Valdir.

Já Thiago acredita que, com o tempo, as coisas vão se normalizando. “Os dois primeiros finais de semana da reabertura ficaram bem cheios. Assim que as pessoas forem matando a saudade da natureza aos poucos, e as praias reabrindo, o movimento vai voltar ao normal”.

Pedra da Tartaruga

Trilha Alto Corcovado

Mais uma trilha localizada dentro do Parque Nacional da Tijuca. Aliás, o Mirante do Corcovado é o único mirante que está aberto. A trilha começa no Parque Lage e vai até o Corcovado, passando pelas Paineiras. O percurso não é indicado para iniciantes, afinal, tem alguns trechos íngremes e duração longa, de aproximadamente 3 horas. Nathalia Gomes, do Kids2gether, foi até o Mirante do Corcovado de bicicleta, no dia seguinte da reabertura e contou como foi sua experiência. “Achei que tinha bastante policiamento, e quando parei no posto que tem no alto, estava bem movimentado. E olha que o tempo não estava bom, mas mesmo assim as pessoas foram. Então acho que tem uma questão de demanda reprimida. Além disso, vi uns ciclistas de máscara e outros não”, diz Nathalia.

Por Duda Vétere e Renata Araújo. Agosto 2020.

Fotos: Diego Baravelli, Juliana Goulart, Divulgação

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.