Por Renata Araújo

Cingapura é uma cidade única do mundo: futurista, organizada, extremamente limpa, sem trânsito e com um arquitetura muito interessante. Na minha primeira vista à cidade, fui convidada para me hospedar no excelente hotel Mandarin Oriental de Cingapura, muito bem localizado, walking distance de alguns dos principais pontos turísticos da cidade.

mo cingapura
Aberto há 26 anos e construído na forma de um leque – o símbolo da marca – o hotel passou por uma reforma multi milionária em 2004 e é um dos hotéis mais luxuosos da cidade.

mandarin oriental cingapura

Ao chegar no quarto, o que mais impressiona é a vista estonteante da baía de Cingapura e seus arranha céus. O conforto típico da marca MO também está ali: bastante espaço, uma ótima cama e amplo banheiro.

mandarin oriental cingapura

Nos andares altos ficam os quartos “club”que dão acesso ao Oriental Club Lounge, uma espécie de executive floor super elegante onde é possível  tomar um café da manhã mais exclusivo.

2 (702x527)

São 527 quartos, dois lounges e cinco restaurantes:  o Dolce Vita, italiano, à beira da piscina, o japonês Wasabi, a Morton’s Steak House (o primeiro da tradicional rede de restaurantes de carne americanos aberto fora dos EUA ), o Melt, onde é servido o farto café da manhã, e o delicioso Cherry Garden, um autêntico cantonês onde tive um ótimo almoço, acompanhada pela gerente de vendas do hotel, Carla Goke, por acaso, brasileira e adorável.

3 (702x527) 4 (702x527)

O lindo spa oferece seis salas de tratamento, com diversos tipos de massagem, além de sauna e jacuzzi,  serviços de manicure e pedicure e excelentes produtos da linha MO. Na dúvida de que tipo de massagem escolher, o terapeuta está ali para ajudar a fazer a que melhor se encaixa no seu perfil. Optei pela relaxante tradicional e adorei!

mandarin oriental cingapur

O hotel oferece ainda uma bela piscina – algo imprescindível em uma cidade onde faz calor o ano inteiro – que conta com a incrível vista urbana de Cingapura e simpáticas cabanas para os hóspedes, onde é possível degustar um drinque ou tomar um café.

6 (702x527)

Mas a localização é realmente um dos seus pontos altos. Da famosa Raffle’s Street é possível ir andando para o mega complexo Marina Bay Sands (que reúne, além de hotel, restaurantes, lojas,  cassino e um observatório imperdível no terraço), para a roda gigante, o Singapore Flyer, o Garden by the Bay (famoso jardim suspenso) e para o  Art and Science Museum. Do outro lado da rua, a dica é  pegar os ônibus de turismo que rodam a cidade e são sempre úteis aos visitantes de primeira viagem e com pouco tempo na cidade.

1 (702x527) 3 (702x527)

Há alguns minutos dali, está ainda a Orchard Road, principal área de comércio da cidade, com vários shoppings centers.

O Mandarin Oriental Singapore é o único hotel da cidade a ganhar cinco estrelas no quesito acomodações e spa, por três anos consecutivos, pelo renomado guia da Forbesalém de ostentar os títulos de um dos 500 melhores hotéis de 2014 pela revista Travel & Leisure e estar na lista dos 25 tops hotéis do Sudoeste Asitático, pela Condé Nast Traveler 2013 Reader’s Choice Award. Resumindo: não existe lugar mais indicado para ficar.

unnamed (17)

O aeroporto fica a 20 minutos do hotel, que oferece um confortável transfer, pago à parte, para os hóspedes que tiverem interesse. Uma cidade que impressiona e cada vez mais atrati turistas do mundo inteiro e um hotel que não deixa nada a desejar nos quesitos conforto, gastronomia, serviço e luxo.

unnamed (34)
Fotos: Renata Araújo

Leia também:
O que fazer em Toronto

O que fazer em Hong Kong

O que fazer em Bariloche

O que fazer em Cuba

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.