Paris, é espetacular de dia, e inesquecível à noite. Um dos lugares que merecem ser visitados e um ícone da cidade luz,  é o Moulin Rouge, o lar do can- can.

cabaré

A fachada do famoso cabaré

O cabaré foi aberto no ano de 1889,  com a função de atrair a elite da cidade de Paris para a região de Montmartre, um bairro então marginalizado na época. As famosas saias, a música super contagiante e os incríveis passos do can-can, foram suficientes para promover o cabaré na cidade.

noite em paris

Cartaz do primeiro baile, em 1889

Ao longo de toda a sua trajetória, o Moulin Rouge passou por diversos momentos de fracasso e glória. Mas, o cabaré se transformou em um dos grandes símbolos da história de Paris, que deu a inspiração para a produção de dois filmes, os homônimos “Moulin Rouge“, um do ano de 1952, com direção de John Huston e o mais recente, de 2001, dirigido por Baz Luhrmann, com Ewan McGregor e Nicole Kidman no aclamado elenco.

moulin rouge

Quadro do pintor Toulouse L’Autrec

É interessante citar que o Moulin Rouge Paris é um dos poucos lugares, que por um período de cerca de 120 anos, mantém o mesmo glamour e o estilo da época em que foi fundado e ainda continua atraindo centenas de visitantes, que ficam encantados e impressionados com os belos espetáculos da casa. As bailarinas, as salas, além de seus frequentadores, foram em um dos temas prediletos na obra do pintor Henri de Toulouse-Lautrec. Afinal, este é um lugar inspirador que nos remete a diversos sentimentos, como romantismo, nostalgia, classe e elegância.

Moulin Rouge no movimentado Blv de Clichy

o que fazer em paris

Moulin Rouge na época da belle époque

Moulin Rouge é certamente parada obrigatória para os turistas que estão em Paris. Até os dias de hoje a casa continua a oferecer uma enorme diversidade de shows para os que desejam e sonham em conhecer o ambiente boêmio da Belle Époque, um período de cultura cosmopolita na história europeia, e que ainda está presente com força total no interior da sala. Algo indescritível que só pode ser entendido com os próprios olhos. Por isso a visita na casa é um passeio imperdível para quem está em Paris.

noite em paris

Cartaz nos anos 80

Post em colaboração com Viator, líder em excursões e roteiros.

Fotos: reprodução da internet

Leia também:

Mandarin Oriental,  um hotel de luxo em Paris

Tour de bike pela Provence

Pedacinho do mundo árabe em Paris

A hora do Chá em Paris

A magia das sapatilhas Repetto

Conheça a loja da mostarda Maille, em Paris

O charme do restaurante do Ralph Lauren, em Paris

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.