Sete Vinícolas em Bento Gonçalves

Publicado por
Renata Araujo

Fui convidada para conhecer sete vinícolas em Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul e voltei muito bem impressionada. É nesta região que se fazem espumantes de altísssimo nível, de maneira cada vez mais sofisticada e que tem elevado o padrão da bebida nacional. Um passeio bonito e divertido, ideal para quem gosta de comer e beber bem. Além disso, quase todas tem estrutura bem organizada e oferecem visitas guiadas com direito à explicações de enólogos e outros profissionais.

Passei por diferentes rotas de vinhos e visitei algumas das mais importantes vinícolas, que divido agora com você.

1- Peterlongo – fundada por imigrantes em 1870, a histórica vinícola fica em um belo castelo e o terreno é dividido em 15 mil metros quadrados. Com a primeira cave subterrânea do Brasil,  todo o processo é feito lá e é a única vinícola brasileira autorizada a dizer que faz champanhe no país. A Peterlongo recebe visitas diurnas que devem ser agendadas com 24hs de antecedência. Tivemos ali um excelente jantar, mas que só costuma ser oferecido para grupos. A Peterlongo faz parte da Rota do Espumante.

Vai viajar para o exterior?

Contrate aqui seu seguro viagem, testado e aprovado por nós!

Saiba Mais

2- Aurora – no centro de Bento Gonçalves, este império recebe cerca de 150 mil visitantes por ano e começou como uma cooperativa em 1931, com 16 famílias. Hoje, é a maior cooperativa vinícola do Brasil e conta com mais de mil famílias, que usam 65 milhões de quilos de uvas por ano e os transformam em 50 milhões de litros de bebida. Ao todos, produzem 232 rótulos, levando em conta que o suco de uva integral sem açúcar (aquele, da Casa do Bento, que provavelmente você tem na sua geladeira), é um sucesso absoluto.

As visitas são feitas a cada 15 minutos e não precisam ser pré agendadas. Também conheci os belos vinhedos da Aurora, em Pinto Bandeira e tive um almoço maravilhoso, onde comi um dos melhores lombinhos da minha vida, feito pelo churrasqueiro local, ao som de um trio de violinos. Digno de cena de cinema. A Aurora faz parte da Rota Vinhos de Montanha.

3- Miolo – a gigante vinícola foi fundada em 1897 e aqui a visita começa nos parreirais, onde há uma amostra de 45 tipos de uvas – distribuídos nos  450 hectares plantados no Vale dos Vinhedose segue pelos tanques e caves. Há um minicurso, com degustação, bem instrutivo. O projeto de arquitetura é belíssimo, a empresa conta com o que de melhor em termos de tecnologia e possui uma moderna estrutura para receber seus visitantes. Em frente à vinícola fica o Hotel & Spa do Vinho,  da marca Marriott. Não tive a chance de conhecer, mas morri de vontade. Fica pra próxima.  Rota Vale dos Vinhedos

4- Salton com 105 anos, a entrada da vinícola,  com teto todo pintado que retrata uma colheita típica, impacta desde a chegada. A galeria de fotos mostra a história da Salton e destaca alguns momentos importantes para a vinícola, como quando o Papa João Paulo II provou um dos seus vinhos, em 2004. São oferecidas três opções de visitas que vão de R$15 a R$50. Os enormes tanques enfileirados e toda a linha de produção que podem ser vistos ao caminhar por uma passarela suspensa, impressionam.

Líder de vendas em espumantes no Brasil, a Salton exporta para 15 países. A visita às Caves de Pedra e da Evolução são surpreendentes. Foi lá que tivemos um dos momentos mais divertidos da viagem, ao fazemos e batizarmos nosso próprio vinho – com ajuda de profissionais, naturalmente – que nos foi entregue em casa, um mês depois. Ponto pra Salton. O almoço também foi fora de série, sob o comando do chef Vicente Lovera. Rota Vale do Rio das Antas.

5 – Dal Pizzol – inovou ao produzir para os jornalistas uma divertida degustação às cegas, onde a gente aprende a treinar melhor nosso paladar, além de aguçar nosso sentido.  O Ecomuseu da Cultura do Vinho conta a história do vinho no Brasil e exibe diferentes garrafas, abridores e rótulos de bebidas e nos fazem voltar ao tempo. A área da vinícola conta com um parque, minifazenda e loja de vinhos e o que mais chama a atenção é uma coleção de 390 variedades de vinhedos de mais de 30 países dos cinco continentes: o projeto Vinhedo do Mundo, uma das três maiores coletâneas de uvas privadas do planeta! Tivemos um farto jantar com comida típica da região. Rota Cantinas Históricas.

6 – Geisse – aberta em 1975 por um imigrante chileno, foi se sofisticando ao longo das décadas e hoje tem uma cave com 700 mil garrafas e leva o título de ter um dos quatro melhores espumantes do mundo (com zero açúcar, diga-se de passagem). Suas bebidas podem ser encontradas em alguns dos melhores restaurantes do Brasil, como o Dom, de Alex Atala,  o Mani e o restaurante da Roberta Sudbrack. Sair da degustação de espumantes tops da linha Cave Geisse com um visual incrível, em Pinto Bandeira, foi difícil. Isto porque, por conta do mau tempo, perdemos o passeio passeio com um 4×4 por trilhas em meio a mata virgem, com direito à experimentar empanadas chilenas artesanais. Tenho que voltar só pra isso!  Rota Vinhos de Montanha

7 – Don Giovanni em um só lugar vinhedos, vinícola, varejo de vinhos, pousada, restaurante e um visual belíssimo. O hotel é tão charmoso que não dá vontade de sair dali. (Aliás, mais um motivo para voltar). A pousada fica dentro da vinícola e conta com apenas 7 quartos (dentro do casarão) e 1 casa pequena no meio dos vinhedos.  Os espumantes da Don Giovanni estão entre os melhores do Brasil. O restaurante, aberto para hóspedes ou grupos é aconchegante e delicioso, com cardápio baseado em receitas de risotos – que já se transformaram em referência na região da Serra Gaúcha. Para fazer a visita guiada e degustação, é bom agendar antes. Rota Vinhos de Montanha.

Texto e Fotos por Renata Araujo

Novembro de 2015.

Leia mais:

Dicas de Campos do Jordão

5 restaurantes asiáticos no Rio

5 ótimos hoteis em São Paulo

A charmosa Pousada La Belle Bruna, em Araras

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com OMEUCHIP e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Seguros e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.
Compartilhe
Publicado por
Renata Araujo

Posts recentes

Pendry, o melhor hotel de Newport Beach -destino de luxo na Califórnia

O novo Pendry certamente é o melhor hotel de Newport Beach, destino de luxo na…

8 horas atrás

Um dia em Santiago de Compostela, na Galícia: atrações, restaurantes e hotéis

Roteiro de um dia em Santiago de Compostela, Patrimônio Mundial da UNESCO, capital da Galícia…

2 dias atrás

18 Restaurantes para o Dia dos Namorados em São Paulo

A vibrante metrópole brasileira oferece uma vasta oferta gastronômica para casais em busca de momentos…

3 dias atrás

Loire Bistrô: restaurante francês na Barra da Tijuca

Inspirado na região do Vale do Loire, restaurante francês na Barra da Tijuca tem menu…

4 dias atrás

Restaurantes românticos no Rio para comemorar o Dia dos Namorados

Restaurantes românticos no Rio para comemorar o Dia dos Namorados. O Dia dos Namorados está…

6 dias atrás

Melhores restaurantes do mundo: 50 Best 2024 em Las Vegas

Na lista dos melhores restaurantes do mundo, o vencedor é o Espanhol Disfrutar! E tem…

6 dias atrás