Por Renata Araújo

Apesar dos brasileiros insistirem em preferir Barcelona, sou obrigada a defender a cidade onde morei, por três anos, e desenvolvi uma relação especial de carinho e admiração. Então, vamos às minhas dicas de Madri,

Os arredores da Plaza Colón: antigo e modero

A capital da Espanha é cosmopolita, com atrações diversas, museus sensacionais e bares e restaurantes que no fazem lamber os beiços. O metrô funciona muito bem e leva o morador e o turista a qualquer canto. Quem prefere admiarar a paisagem, pode ir de ônibus, muito seguro e ainda com direito a wi-fi gratuito!

Madri vista de cima

Apesar de ser uma cidade onde se respira história por todo lado, o que turista logo percebe ao admirar seus monumentos e sua arquitetura, ela tem um lado moderno e sofisticado, que nem todo mundo chega a conhecer.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

Arquitetura típica de Madri

Os madrilenhos são um povo muito animado que saem às ruas em qualquer situação, faça calor ou frio, chuva ou neve. Eles tem o hábito de tomar café na rua, almoçar, jantar… E beber!! Como bebem, os espanhóis! Ou seja, a cidade tem sempre cara de feriado.

Outro ponto alto é, que, por mais que faça frio, há muitos dias de sol em Madri, o que faz toda a diferença!

Banco de Espanha: um dos símbolos da cidade

Para nós, não é uma cidade muito grande, são 3 milhões de habitantes, mas cada bairro tem seu charme distinto e muitos deles valem a pena serem visitados.

Bandeira de Chueca

Chueca – um dos meus preferidos! O bairro gay madrilenho, onde heteros são também muito bem vindos, encanta qualquer turista com suas lojas transadas e seus bares e cafés pequenos, porém  charmosos. Vale a pena passar uma tarde pelas ruas Fuencarral (fechada para carros) e Hortaleza, entrando de loja em loja,  esticar até a noite, tomar um drinque no Areia , um bar marroquino com muito estilo. Não deixe de pedir o mojito, que é uma especialidade da casa.

Areia: um charme de bar

Se estiver com fome, a rede de tapas Lateral é o lugar certo e bem no coração do bairro. Peça os croquetes de jamón, o solomillo (carne) com brie ou pimentões com queijo de cabra e o tradicional pan con tomate.

Ali ao lado, tem o Mercado Fuencarral, com lojas alternativas e de designeres madrilenhos,  com muitas opções, que vão além de roupas, e incluem acessórios e beleza. Ótimo para comprar presentes.

Traços da bela arquitetura

Ainda em Chueca, você não pode deixar de passar pelo Mercado San Antón ,  fundado no  sec XIX, e totalmente remodelado há alguns anos. Peixes, aves, sushis, padaria, creperia… a oferta gastronômica é farta e sofisticada. Destaque para o restaurante e o bar no último andar, duas ótimas pedidas, quando o tempo permite, já que são ao ar livre.

O charmoso Mercado San Antón

Hotel Europa: no centro de Madri

Pertinho dali, pra quem preferir tomar um chocolate ou fazer uma boquinha comendo um sanduíche, uma salada ou um carpaccio, há o Cacau Sampaka,  uma chocolateria/restaurante que vive cheia de manhã à noite e é ideal, tanto para fazer um lanche, como para comprar chocolates para levar para a casa.

O simpático Cacau Sampaka

Quem gosta mesmo de um chopp bem tirado, sobretudo se for no verão, não pode deixar de dar passadinha na Cervezaria Santa Bárbara e tomar um choppinho acompanhado de um típico presunto de parma. Não esqueça de pedir una caña e un jamón.

Cartaz de restaurante madrilenho

La Latina e Centro- outro bairro boêmio e gastronómico que é parada obrigatória!   Em algumas ruas, há uma concentração enorme de bares e restaurantes. Para quem é carioca, pode imaginar um Baixo Gávea local com dez vezes mais opções para beber e comer. Para os paulistas, basta se lembrar da Vila Madalena.

La Latina, vista do El Viajero

Destaque para El Viajero– chopp, vinhos e carne ótimos; Juana la loca – tapas muitos gostosos e Corazón Loco – bar da família Bardén, com tapas maravilhosos e ambiente muito agradável. No verão, todos os restaurantes colocam suas mesas na calçada mas mesmo no frio, os madrilenhos costumam lotar a porta de cada lugar, bebendo e petiscando do lado de fora.

Fachada de um bar típico em La Latina

Deliciosos petiscos madrilenhos

Perto dali,  é um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade:  Plaza Mayor. Não recomendo parar comer ou beber por lá, já que, por ser extramamente turístico, os preços são exorbitantes e a qualidade da comida deixa a desejar.

A bela Plaza Mayor

O urso, símbolo de Madri, no centro da cidade

Em compensação, há uma sugestão maravilhosa para comer, depois de conhecer a praça e tirar muitas fotos: o Mercado San Miguel. Construído em ferro no sec XVII, foi restaurado e reinaugurado há alguns anos e virou um sucesso, entre locais e turistas. Ali, come-se e bebe-se de tudo um pouco, de pães a doces, passando por caviar, vinhos e típicos tapas espanholes. Cada estação tem um balcão ou mesinhas e a graça e ir mudando de lugar e experimentando o que apetecer.

As delícias do Mercado San Miguel

Salamanca – o bairro mais sofisticado de Madrid. É lá que ficam as lojas de grifes famosas como Valetino, Gucci, Dior e Prada, concentradas entre as Calles Ortega y Gasset  e Serrano. A rua Serrano é uma grande avenida, muito arborizada e  que já ganhou até uma eleição internacional como a rua mais bonita do mundo. Vale a pena percorrê-la por inteiro, seja para fazer compras ou simplesmente para olhar vitrines e passear.

 

Os principais estilistas espanhóis também tem suas lojas ali e valem a pena ser visitados, como,  Purificación Garcia, Adolfo Dominguez e Uno de 50 (loja de acessórios em prata maravilhosa)!

Uma das minhas preferidas: Uno de 50

Bijoux de luxo

Falando em loja espanhola, não posso deixar de citar a principal cadeia no país: El Corte Inglés, onde é possível comprar de tudo, literalmente: de artigos para bebês, passando por eletrônicos e ingressos para shows, além de roupas, acessórios, maquiagem, eletrônicos, etc. O bom é que tem uma em cada ponto da cidade. Na Serrano, tem três, todas separadas por setores: roupas/ eletrônicos e livros/ maquiagem e acessórios. Detalhe: turistas tem 10% ao mostrar o passaporte!

Cartaz do El Corte Inglés em português: demanda de brasileiros

Este são meus bairros preferidos de Madri. Em um próximo post, dicas de museus e hotéis.

Leia também:

Compras na Espanha

Grifes espanholas

Onde ficar em Madri

Onde comer em Madri

 

 

 

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.
Compartilhe
Publicado por
Renata Araujo

Posts recentes

Jantar gastronômico no QuiQui com Elia Schramm

O quiosque QuiQui em São Conrado traz diversos encontros de grandes chefs no Jantares Gastronômicos,…

21 horas atrás

Le Comptoir: a loja de doces do melhor chef confeiteiro do mundo, no Ritz Paris

Le Comptoir: a loja de doces do melhor chef confeiteiro do mundo, no Ritz Paris.

2 dias atrás

Onde comer lasanha: Rio e São Paulo

Neste post trazemos sugestões de onde comer lasanha nos restaurantes no Rio de Janeiro e…

3 dias atrás

Roteiro de restaurantes em São Paulo por bairros

Roteiro de restaurantes em São Paulo por bairros. Confira nossas dicas gastronômicas imperdíveis, de italianos…

4 dias atrás

5 lugares para tomar café da manhã no Leblon

5 lugares para tomar café da manhã no leblon. o charmoso bairro carioca reúne ótimas…

5 dias atrás

Restaurantes onde comemorar o aniversário do Leblon

Restaurantes onde comemorar o aniversário do Leblon. Fizemos um roteiro gastronômico pelo bairro, dividido por…

5 dias atrás