Muita gente tem dúvida em como chegar a Machu Picchu, certamente um dos destinos turísticos mais procurados no mundo, a 2.430 metros acima do mar. E de fato, não é um lugar muito fácil. É preciso pegar um avião até Cusco, de lá um trem e depois um ônibus. Provavelmente um trajeto longo e cansativo mas que vale a pena. Afinal, não é todo dia que a gente se depara com uma das 7 maravilhas do mundo.

??Reserve aqui seu hotel em Machu Picchu pelo melhor preço!

Como chegar a Machu Picchu

A viagem de trem até Machu Picchu Pueblo, antiga Aguas Calientes, é longa e chatinha.  Saindo da estação de Poroy, dura cerca de 3 horas; de Urubamba, 2 horas e meia; de Ollantaytambo, 1 hora e meia. Depois de tudo isso, você ainda tem que pegar um ônibus, que sobe uma ribanceira tremenda. Em 25 minutos você está no Santuário. Ir de Cusco a Machu Picchu em esquema de bate-volta é viável, mas não é o ideal. Entretanto, foi o que eu fiz. Certamente a visita a Machu Picchu fica bem mais agradável se você passar uma noite por lá.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

Sobre Machu Picchu, uma das 7 maravilhas do mundo

Machu Picchu é um dos sítios arqueológicos mais importantes da terra. Acredita-se que a cidadela tenha sido erguida no século XV e abandonada após a chegada dos conquistadores espanhóis ao Peru. A sangrenta investida da Espanha sobre o Império Inca começou em 1532.

Um guia é recomendável, já que é um lugar enorme e cheio de história. Surpreendentemente, Machu Picchu só foi aberto ao turismo em 1911.

Agora, você que já sabe como chegar a Machu Picchu, vai se programar pra ir, né?

Minha experiência em Machu Picchu

Depois de saber com como chegar a Machu Picchu, você vai conhecer minha experiência no Santuário.

Fui no trem Orient Express, o mais luxuoso que tem. É caro, cerca de U$800, mas extremamente seguro,  confortável e divertido.

Saímos de manhã cedo de Cusco e voltamos à noitinha, mas há outros horários, além da opção de passar a noite em Machu Picchu, como já mencionei.  E, pra quem não quiser desembolsar tudo isso, certamente há outros trens mais baratos, é claro.

Na cia de trem oficial peruana, você pode comprar o bilhete antecipado, pelo site ou direto em agências em Lima ou Cusco.

A viagem de trem

A aventura começa na estação de trem de Cusco, onde um coquetel de boas-vindas nos espera com uma banda típica peruana dando o clima da viagem.

Ao entrar no trem, reparamos que não há simples assentos, são mesas de dois ou de quatro lugares, onde os passageiros são acomodados e podem desfrutar da linda paisagem.

O Luxo do Orient Express

Na ida é servido um almoço e na volta o jantar, sempre com direito a open bar (claro que um pisco sauer não pode faltar) e belisquetes típicos peruanos. Mas o ponto alto é a banda que fica tocando clássicas músicas latinas para ajudar a passar o tempo e entreter os passageiros. Na minha viagem a Machu Picchu, o pessoal era animado e até dança rolou! Um divertimento à parte que nos fez sentir em um cenário de filme.

O trem Hiram Bingham

O ingresso do trem Hiram Bingham além de incluir o ônibus que vai até Machu Picchu, dá ainda o serviço de um guia para cada grupo de seis passageiros – o que funciona muito bem – e a entrada para o santuário (cerca de R$ 85 se comprar separado), e é obrigatória a apresentação de um documento de identidade.

O Santuário Machu Picchu

Ao chegar lá, não há como não se impressionar com a arquitetura cheia de detalhes dos incas junto a uma paisagem de montanhas deslumbrante. Cada um explora o lugar do seu jeito, é claro, mas o tempo de 2 a 3 horas – sugerido pelo Orient Express – achei o suficiente para conhecer uma das maravilhas do mundo.

Convém checar a temperatura – peguei calor e frio no mesmo dia – e ir preparado, com boné, água e mesmo casaco, se for o caso. Com sol ou nublado, “a cidade perdida dos incas“, como é chamada, atrai turistas do mundo inteiro e por isso é uma disputa para tirar fotos do melhor ângulo, mas todo mundo acaba conseguindo.

Leia também: O que fazer em Lima

A viagem, diferente e exótica, é daquelas que vale a pena ser feita ao menos uma vez na vida.

Leia também: Tour pelas Islas Ballestas, no Peru

A parada em Cusco

E, para quem ficou curioso, voltei pra Cusco e passei a noite lá no maravilhoso hotel Palácio Nazarenas – assunto para um próximo post – e, diferente do que a maioria imagina, Cusco é mais alta do que Machu Picchu e lá é comum sentirmos tonteira, falta de ar ou dor de cabeça. As reações são diversas e variadas, por isso, convém passar pelo menos um dia na cidade histórica antes de ir para Machu Picchu.

Agora que você já sabe como chegar a Machu Picchu, se animou a ir? Depois conta pra gente!

Leia também: Dicas de viagem para o Peru

??Reserve aqui seu hotel em Machu Picchu pelo melhor preço!

Hotéis em Machu Picchu

Finalmente, agora que você já sabe como chegar a Machu Picchu, falta decidir onde ficar. Há algumas boas opções por lá.

O excelente Sumaq, é o único cinco estrelas do vilarejo. Foi aberto há dez anos e todo reformado em 2016. Além disso, oferece um luxo rústico e uma gastronomia maravilhosa!

Enquanto isso, Inka terra é outro ótimo hotel na região. Perto da linha de trem, o hotel fica escondido a rica vegetação que caracteriza a área de transição dos Andes para a Amazônia.

Belmond Sanctuary Lodge  é certamente impecável! Ele fica em frente ao Santuário e é o único hotel de luxo por ali.

Já o Aranwa Sacred Valley    às margens do rio Vilcanota, era uma antiga fazenda colonial do século XVII. Ele fica a uma hora e meia e Cusco, a 30 minutos da estação de trem de Ollantaytambo.

Renata Araújo viajou para o Peru a convite da ABC Tour. Para conhecer a agência de viagens, visite seu blog e curta sua página no Facebook.

 

Dezembro 2014

Fotos: Renata Araújo

Leia também:

Odessa, a cidade mais charmosa da Ucrânia

Salamanca, cidade histórica espanhola

Grammy Latino 2013

Calle Ocho – o bairro cubano de Miami

Roteiro de viagem em Cinque Terre

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com OMEUCHIP e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.
Compartilhe
Publicado por
Renata Araujo

Posts recentes

Novidades de Las Vegas

Novidades de Las Vegas. Os megahoteis são uma atração à parte, há restaurantes sensacionais, shoppings…

9 horas atrás

Greystone, novo hotel boutique em South Beach

Greystone, novo hotel boutique em South Beach. Aberto há um mês, tem ótima localização, quartos…

2 dias atrás

15 restaurantes em South Pointe, South Beach, Miami

Conheça 15 restaurantes em South Pointe, em Miami, uma área bem exclusiva de South Beach. …

2 dias atrás

O melhor hotel de Orlando: Four Seasons Walt Disney World Resort

O Four Seasons Walt Disney World Resort, é o melhor hotel de Orlando. Um hotel…

3 dias atrás

Festival de Gastronomia no Brasil: Fartura 2021

Festival de Gastronomia no Brasil: Fartura 2021.Começa neste sábado e vai até o dia 24…

4 dias atrás

A nova frota de aviões da Azul em parceria com a Disney

A nova frota de aviões da Azul em parceria com a Disney. Ela começa a…

5 dias atrás