Na coluna You Must See! desta semana, Guilherme Scarpa conta tudo sobre a programação do Festival do Rio 2021 e o novo filme de Almodóvar. O aguardado longa do diretor espanhol abriu a mostra que está de volta ao formato presencial. Então, até o dia 19, mais de 70 produções, entre curtas e longas, serão exibidas em cinco cinemas. São eles: Cinépolis Lagoon , Estação NET Gávea, Estação NET Botafogo, Estação NET Rio e Cinema Reserva Cultural Niterói. Há, aliás, ingressos gratuitos e limitados para as sessões da Première Brasil no site do festival. A programação está imperdível e you must see!

Aproveite e confira mostra com filmes de Almodóvar no Mubi

A programação do Festival do Rio 2021 e o novo Almodóvar

“Madres Paralelas”, o novo filme de Almodóvar, é uma produção em parceria com a Netflix. E até a noite desta quinta-feira, só tinha sido exibido em festivais internacionais. Voltar a uma sala de cinema, dentro da programação do Festival do Rio, me transportou a diversas edições anteriores e inesquecíveis. Resistente, felizmente o evento traz de volta a magia da sétima arte para a nossa cinematográfica cidade, depois de quase dois anos de pandemia. Aliás, este feito foi celebrado por Hilda Santiago, uma das diretoras do evento.


“É uma noite de celebração por estarmos juntos de novo. Então, queria falar sobre memória, que é o que ajuda a gente a construir um futuro. Vamos celebrar a volta de uma prefeitura com a qual temos uma interlocução”, disse ela, antes da sessão de “Madres Paralelas.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

As tramas do destino

Foi a segunda vez que um filme de Almodóvar abriu o festival, que completa 23 anos em 2021. O seminal “A Pele que Habito” deu a largada no Festival do Rio em 2011. Bem mais leve do que a obra de 10 anos atrás, o novo “Madres Paralelas” segue a linha do melodrama. Assim, Penelope Cruz é Janis, uma fotógrafa que engravida acidentalmente do amante (Israel Elejalde). Prestes a dar à luz, ela conhece outra grávida, Ana (Milena Smit), uma adolescente.

Penélope Cruz é uma fotógrafa que vê sua vida atrelada à de outra mulher no longa


Elas dividem o quarto e após os respectivos e difíceis partos, por obra do acaso, seus destinos ficam selados. Então, essa conexão se devolve depois de encontros e desencontros das duas, que chegam a viver uma relação homoafetiva. Porém há um segredo entre elas. E ele é bem novelesco, difícil de esquecer, por causa de uma trama das oito de Manoel Carlos que fez muito sucesso. A partir daí, espera-se tudo de mais bizarro de Almodóvar. Afinal, por causa de suas escolhas nada convencionais em tantos outros longas, a plateia ansiava por isso. Mas não acontece.

Almodóvar mais maduro

Diferentemente de outros finais trágicos e surpreendentes, o clima de suspense é dissolvido em um copo de água com açúcar. Isso acaba conduzindo a um final feliz um tanto desbotado, entretanto, possível. Teria Almodóvar ficado mais pé no chão? Vale lembrar que o longa foi filmado durante a pandemia. As cenas contam com um ou dois atores no máximo, com exceção da emblemática cena final, ao ar livre. As cores vibrantes que são a marca registrada do diretor estão lá, mas há menos humor – a não ser quando Rossy de Palma entra em cena – e nenhum espaço para o nonsense. Contudo, o novo filme de Almodóvar se esforça para abraçar o feminismo e falar de sororidade. Perto do fim da projeção, há uma cena com a atriz Julieta Serrano, estrela de tantos clássicos almodovarianos, que torna o filme um must see!

Rossy de Palma traz respiros cômicos ao melodrama do novo filme de Almodóvar

A programação do Festival do Rio

Entre os destaques da programação do Festival do Rio 2021, estão o vencedor da Palma de Ouro deste ano, “Titane”, da diretora Julia Ducornau. “Benedetta”, de Paul Verhoeven, o mesmo de “Instinto Selvagem”, causou polêmica em Cannes e tem concorridas sessões. Aliás, é o mesmo caso de “O Festival do Amor”, último filme de Woody Allen. Há ainda “Belfast”, de Kenneth Branagh e novo “Cyrano”, de Joe Wright. Aliás, o longa é estrelado por Peter Dinklage (de “Game of Thrones”). Wong Kar Wai terá uma mostra com seus principais filmes, como “Felizes Juntos” e “Amor à Flor da Pele”.

Wong Kar Wai ganha mostra especial que exibirá “Amor à Flor da Pele



A Première Brasil vem aí com o primeiro filme dirigido por Lázaro Ramos. Chama-se “Medida Provisória” e é, então, estrelado pela mulher do ator e diretor, Taís Araújo. “A Suspeita”, com Glória Pires, está em competição. E “O Melhor Lugar do Mundo é Agora”, terceiro documentário do ator Caco Ciocler, marca presença. Aliás, o clássico “Dona Flor e seus Dois Maridos”, de Bruno Barreto, terá sessão hors-concours, com cópia restaurada.

Lázaro Ramos dirige a mulher Taís Araújo em “Medida Provisória” na Première Brasil 

Por Guilherme Scarpa

Dezembro de 2021.

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com OMEUCHIP e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.