Categorias: EUANova York

1 ano de pandemia em NYC

Vocês que acompanham o YMG sabem o quanto amamos viajar, e realmente, estamos morrendo de saudades disso. Mas, ainda não é o momento adequado. Então, para falarmos sobre a pandemia não só no Brasil, convidamos a Nyorquina. Ela mora na Big Apple e neste post conta um pouco sobre como está sendo esse 1 ano de pandemia em NYC.

+Nova York reabre estádios e cinemas

+Uma homenagem aos musicais da Broadway

1 ano de pandemia em NYC

Sobre a Nyorquina

Eu sou a Paty, também conhecida como Nyorquina, e estou muito contente em ser convidada para ser colaboradora do You Must Go Blog. Acompanho o trabalho da Renata há bastante tempo, e, certamente, será uma honra poder falar as novidades de Nova York por aqui.

Vai viajar para o exterior?

Faça seu seguro viagem com a GTA. Ele é obrigatório para viagens à Europa e recomendável para qualquer viagem ao exterior. Atendimento excelente e parcela em até 12 vezes. Nós já testamos e aprovamos!

Saiba Mais

Moro em Nova York desde 2001. Sim, meu primeiro ano nessa cidade foi o ano do atentado 11 de setembro.

O meu primeiro contato com a cidade foi em 1996, em uma viagem com 2 amigas. Tinha apenas 21 anos, e nela, acabei conhecendo, então, o meu futuro marido.

Esse encontro resultou em 5 anos de idas a vindas à cidade. E também alimentou um sonho de me tornar uma nyorquina. Sendo assim, com bastante persistência e determinação acabei me mudando para cá, nessa cidade cosmopolita, agitada, cheia de energia.

Paty do Nyorquina

+Guias de turismo na pandemia: brasileiros se reinventam

Mudança para NYC

Cheguei em fevereiro de 2001, e me sentia segura, alegre, literalmente no topo do mundo. Até os atentados. Mas depois daquele choque do avião, a cidade se tornou sombria, e, nos rostos das pessoas, via medo, pavor, e desconfiança.

Muitos na época falaram que Nova York nunca seria a mesma. Aliás, até eu acreditei nisso. Pensava que os turistas nunca mais teriam coragem de voltar para cá, que a cidade seria constantemente atacada por grupos terroristas, e que ia acabar tudo.

Memorial WTC

Entretanto, em pouco tempo, a cidade foi se reconstruindo, e em apenas 7 anos, no lugar das Torres Gêmeas surge o prédio One WTC, o mais alto dos Estados Unidos, do Hemisfério Ocidental e o sexto mais alto do mundo .

O One WTC é o símbolo de NY – de resiliência. De força. De reconstrução. 

One WTC

Então, a vida retoma ao normal, o turismo volta mais forte do que nunca… Até que chega março de 2020.

+Restaurantes do chef Jean Georges em Nova York voltam à ativa

O início – 1 ano de pandemia em NYC

Trabalhando com turismo, eu vivenciei um verdadeiro efeito dominó – pouco a pouco, tudo foi se desmoronando com a pandemia. 

No começo eu estava otimista. Cheguei a comparar com os atentados na época, dizendo que a pandemia era menos pior ! Tolinha, eu…

A Times Square, por exemplo, sempre foi um lugar que reunia multidões

Não obstante, devido à densidade da cidade e a falta de controle imediato da pandemia, Nova York rapidamente se transformou no epicentro da doença. Eu vi uma cidade literalmente calada. Aliás, as únicas luzes e os únicos ruidos que eu escutava eram de ambulâncias, levando milhares de pessoas sem ar para hospitais em colapso.

+Dia do Fotógrafo: homenagem aos parceiros do YMG

Esvaziamento da cidade

Houve um grande esvaziamento da cidade – primeiro dos turistas, que foram impedidos de entrar. E depois dos próprios moradores – que pagavam um aluguel altíssimo com o único propósito de estar perto do seu escritório. 

Com o home office, pessoas começaram a optar por lugares mais baratos, maiores, voltaram para a casa dos pais, ou se mudaram para outros estados, principalmente Flórida, em busca de impostos menores e um lugar no sol.

A Big Apple sempre foi bem movimentada

Portanto, toda a infraestrutura dessa cidade começa a ficar muito grande para a demanda escassa. E fecham-se lojas, restaurantes, shows – basicamente toda a essência que faz de Nova York,  Nova York.

Da janela do meu quarto, eu acompanho dias e meses passando, com uma tristeza no coração. Primavera. Verão. Outono. E o inverno mais longo que eu já passei por aqui, sem dúvida.

NYC no Inverno de 2018

+Balanço da pandemia no mundo: mais países fecham fronteiras aos brasileiros

Pensamento positivo depois de 1 ano de pandemia em NYC

Mas veio a luz no fim do túnel. Vacinas chegando. Mais uma primavera. E com as aberturas das pétalas das flores, assim também abre o meu coração, e o de vários nyorquinos resilientes. Restaurantes que fecharam temporariamente começam a reabrir. Museus. Começo a ver pessoas nas ruas. E pouco a pouco, acompanho o renascimento tímido, da cidade que eu amo.

Vista do One WTC, símbolo da resiliência

Alguns dizem que Nova York nunca mais será a mesma… 

Ao meu ver, ela vai voltar ainda mais forte. O que você acha?

Texto por Paty, do Nyorquina. Março 2021.

Fotos por Renata Araújo.

4 Dicas para seu planejamento de viagem

  1. Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.
  2. Vai viajar para o exterior e não quer ficar sem celular? Pegue seu número internacional com a EASYSIM4YOU e garanta uma viagem tranquila.
  3. Quer rodar por aí sem depender das opções de transporte local? Alugue um carro com a rentcars.com e siga tranquilo não esquecendo de fazer um seguro auto.
  4. Curta suas férias assegurado com a GTA Global Travel Assistance e evite a dor de cabeça em caso de acidente, doença, perda de mala ou outras emergências.
Compartilhe
Publicado por
Marina Moraes

Posts recentes

Dia da Europa: 7 destinos que fogem do óbvio

Dia da Europa: 7 destinos que fogem do óbvio. Confira nossas dicas de lugares não…

1 dia atrás

Filmes e programas de TV com Paulo Gustavo

A saída de cena de Paulo Gustavo, aos 42 anos, parou o Brasil nesta última…

2 dias atrás

Ferro e Farinha: nova pizzaria em Botafogo

Comandada pelo chef nova-iorquino radicado no Rio, Sei Shiroma, a Ferro e Farinha é a…

3 dias atrás

Gastrobar em SP tem drinques inspirados nos signos do zodíaco

Para os fãs de astrologia, o São Conrado Itaim, em SP tem drinques inspirados nos…

4 dias atrás

Novidades na França em 2021: arte, hospedagem e gastronomia

Novidades na França em 2021: arte, hospedagem e gastronomia. Confira todos os novos hotéis, restaurantes…

5 dias atrás

5 ótimos restaurantes japoneses em SP

Listamos 5 restaurantes japoneses em SP. Afinal, a metrópole tem a alta gastronomia como um…

6 dias atrás