Por Renata Araújo e Helena Mayrink

Hoje vamos falar sobre os 10 destinos mais visitados em 2013.

A revista Exame, publicou uma lista com os 20 destinos mais visitados em 2013, uma estimativa do MasterCard’s Global Destination Cities Index, contando apenas turistas estrangeiros.

Tomando isso como inspiração, segue aí um panorama geral do Top 10, pra ter uma noção dessa listagem e conhecer um pouquinho mais sobre os lugares.

1. Bangkok, Tailândia (15,98 milhões de visitantes)

Conquistando a primeira posição, Bangkok ultrapassa destinos europeus tradicionalíssimos e é a primeira cidade asiática a liderar o ranking, mostrando todo o seu potencial.

Bangkok, Tailândia

Maior cidade da Tailândia, mistura tradição e modernidade em um espaço marcado por cultura forte e construções belíssimas. Além disso, é passagem para as ilhas no sul do país e sua atmosfera vibrante já rendeu comparações a metrópoles como Nova York e São Paulo.

Bangkok, Tailândia

A gastronomia local e a vida noturna são marcantes, mas também não se pode deixar de visitar alguns de seus templos budistas, o Grand Palace (palácio que é o ponto turístico mais importante da cidade) e dar uma passadinha num mercado flutuante, entre outros atrativos.

Bangkok, Tailândia

2. Londres, Inglaterra (15,96 milhões de visitantes)

Capital do Reino Unido e uma das cidades mais importantes do mundo, era, ano passado, a líder do ranking, sendo o centro da cultura inglesa, adorada por muitos e por isso reproduzida mundialmente.

Londres, Inglaterra

Em Londres, alguns passeios são obrigatórios: a Tower Bridge, ver o Big Ben (junto ao Parlamento britânico), Museu de Cera da Madame Tussauds, Palácio de Buckingham e, é claro, o London Eye, a famosa roda gigante que tem uma vista espetacular. O que não falta, na verdade, são lugares pra visitar, estendendo-se até os arredores londrinos.

Londres, Inglaterra

As cabines telefônicas e os ônibus panorâmicos de dois andares vermelhos (que valem uma volta) são também símbolos da cidade, assim como a guarda real, que faz sua troca todos os dias de maio a julho e em dias alternados no resto do ano, sempre às 11:30 da manhã.

Londres, Inglaterra

3. Paris, França (13,92 milhões de visitantes)

A Cidade Luz foi a única da lista a ter um declínio no número de visitantes em relação ao ano passado e  mesmo assim conseguiu um terceiro lugar com vantagem, sendo escolha óbvia de muitos turistas de diversos países.

Paris, França

Mãe de movimentos artísticos, pensadores e artistas importantes e frequentemente escolhida como cenário de filmes, Paris é também conhecida como a cidade dos apaixonados. O local une, belamente, romance, história e cultura.

Paris, França

Quando se pensa nela, há imagens muito representativas, entre tantas outras: Torre Eiffel (constante plano de fundo das fotos da maioria dos visitantes que por lá passa), Arco do Triunfo, Museu do Louvre, abrigando sua indecifrável Monalisa, Catedral de Notre Dame e a Avenida Champs-Élysées, uma das mais populares do mundo.

Paris, França

4. Cingapura (11,75 milhões de visitantes)

Um dos destinos mais procurados na Ásia, Cingapura é moderna e ao mesmo tempo verde. Em constante crescimento, tem diversas influências culturais por causa dos estrangeiros que lá vivem, com bairros “temáticos” que merecem uma visita:  indianos, mulçumanos, chineses…

Singapura

Os templos budistas e hindus completam o roteiro dessa nação, que tem a roda gigante mais alta do mundo, a Singapore Flyer, o complexo Marina Bay Sands, que inclui teatros, hotel, museu, entre outras atrações, e o Merlion Park, casa da figura mitológica meio leão meio peixe que é símbolo turístico da cidade-Estado.

Singapura

A diversidade também está presente nas línguas oficiais (inglês, malaio, mandarim e tâmil), facilitando a comunicação, e na gastronomia local, influenciada por países asiáticos e ocidentais. A união do positivo oriental e ocidental compõe esta nação, transformando-a em uma das mais ricas e seguras do mundo.

Singapura

5. Nova York, Estados Unidos (11,52 milhões de visitantes)

A cidade mais badalada dos EUA não podia ficar de fora deste ranking. Nova York é cheia de vida e todo mundo – que já a visitou ou não – sabe disso, tendo programações bem diversas, para todo tipo de público.

Nova York, Estados Unidos

Como a cidade é uma atrativa localização para se viver o “sonho americano”, várias etnias e culturas se misturam por lá. Comunidades italianas, afro-americanas, judaicas (a maior fora de Israel) e chinesas deixam suas marcas, como a popular Chinatown.

Nova York, Estados Unidos

A “cidade que nunca dorme” honra seu nome, valendo à pena ressaltar, além disso, alguns pontos super famosos, como Central Park, Estátua da Liberdade, Metropolitan Museum of Art, Times Square e outro fantástico número de programas em território nova-iorquino.

Nova York, Estados Unidos

6. Istambul, Turquia (10,37 milhões de visitantes)

A antiga Bizâncio é um conglomerado de História e religião. Mistura de Europa e Ásia, é também um mix de novo e antigo, com seus monumentos históricos e centros comerciais modernos.

Istambul, Turquia

Na cidade, o metrô é abrangente e uma boa escolha de transporte, valendo usá-lo para explorar a riqueza cultural e visual do lugar, que vem crescendo em relação a restaurantes, bares e galerias. Sua reputação, de quando ainda Constantinopla, de “cidade do desejo mundial” vai sendo, assim, confirmada.

Istambul, Turquia

Nomeada Capital Europeia da Cultura em 2010, ao falar de Istambul não se pode deixar de lado a Basílica de Santa Sofia, as ruínas do Grande Palácio de Constantinopla, mesquitas (principalmente a Mesquita Azul) e museus e as Muralhas de Constantinopla, em meio a outras construções cheias de memórias.

Istambul, Turquia

7. Dubai, Emirados Árabes (9,89 milhões de visitantes)

Com o maior crescimento da estimativa do número de visitantes em relação ao ano passado, Dubai é também a cidade com crescimento mais rápido da região e uma das mais modernas do mundo, tendo um clima meio futurista e grande apelo turístico.

Dubai, Emirados Árabes

O lugar é impressionante: metrô extenso, limpeza, opções de lazer (incluindo até esquiar, dentro do Shopping dos Emirados). O que antes era uma rota de passagem, agora se tornou uma atração por si só, com shoppings, restaurantes e hotéis luxuosos.

Dubai, Emirados Árabes

Além do Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo, Dubai também conta com o Burj Al Arab, um luxuoso hotel símbolo da cidade, o Distrito de Al Fahigi (um de seus patrimônios mais antigos), as feiras ao ar livre, a Mesquita Jumeirah… Tudo isso atraindo turistas!

Dubai, Emirados Árabes

8. Kuala Lumpur, Malásia (9,20 milhões de visitantes)

Boa parte das pessoas iria ler o nome da capital da Malásia nesta lista e pensaria “o que esta cidade está fazendo aqui?”. Mas fica a dica: KL é um destino diferenciado, uma espécie de resumo da Malásia moderna!

Kuala Lumpur, Malásia

Unindo a arquitetura britânica da época de colônia às ruas movimentadas e prédios modernos, é a perfeita lembrança do avanço do país em conjunto com sua tradição, com isso conquistando seu lugar entre os 10 destinos mais procurados deste ano.

Fotor0827230047

As Petronas Towers, torres gêmeas mais altas do planeta, são a atração principal, mas também chama atenção a Torre de Kuala Lumpur, o Jardim Botânico Lake Garden, o mercado central, a comida típica e as tantas lojinhas e bares espalhados pela cidade.

Kuala Lumpur, Malásia

9. Hong Kong (8,72 milhões de visitantes)

Comumente descrita como o lugar onde “o Ocidente encontra o Oriente”, o local combina as raízes chinesas com a influência dos tempos de colônia britânica, tanto na cultura como na culinária e na língua (sendo as oficiais o chinês e o inglês).

Hong Kong, China

Victoria Harbour, o trecho entre a ilha e a península que formam Hong Kong, é uma parte sua de grande importância. Além do deck de observação local ter uma vista linda para ela, lá também acontece, todas as noites, “A Symphony of Lights”, o show de luzes e sons produzido por prédios dos dois lados da formação.

Hong Kong, China

Mostrando seu lado ocidental, a cidade tem sua própria “calçada da fama”, a Avenida das Estrelas e parques temáticos como Ocean Park e Disney. Por outro lado, entre templos, museus, mercados populares, etc., você encontra também: “The Peak”, o ponto mais alto da ilha, com uma vista incrível; a Clock Tower, monumento local; e o Centro de Convenções, com a escultura do símbolo da região, “The Forever Blooming Bauhinia Sculpture”.

Hong Kong, China

10. Barcelona, Espanha (8,41 milhões de visitantes)

Uma das cidades mais animadas da Europa, Barcelona tem um clima que mistura Mediterrâneo com praia, sendo um lugar onde se come muito bem e, por causa de seu tamanho, tem um leque grande de programas legais possíveis para fazer.

Barcelona, Espanha

Comece por La Rambla, passarela que leva a várias possibilidades: bares, restaurantes, artistas de rua. De lá, há seções de ruas que te levam ao Mercado La Boquería, tradicional gastronômico da cidade, o Gran Teatro Liceo, Parque Güell, a Praça Real, o Monumento a Colombo, no Porto Velho, etc.

Barcelona, Espanha

Entre museus, igrejas (com destaque para La Sacrada Família), o Montjuic (pequeno monte com jardim botânico e encantadoras construções), o Tibidabo (montanha com parque, igreja, mirante), a arquitetura belíssima, as obras de Gaudí e outras maravilhas, Barcelona fecha com classe esta pequena lista de lugares incríveis.

Barcelona, Espanha

Já sabe: se alguma (ou todas) dessas cidades parecer perfeita para você, planeje suas férias e colabore com as estimativas!

Fotos: Renata Araujo, Ana Catarina Portugal e reproduções da Internet

 

Leia também:

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.