Gurumê

 Por Nina Fernández

Foi inaugurado há pouco mais de um mês, o  Gurumê – novo restaurante japonês no Fashion Mall, no Rio. O empresário Jerônimo Bocayuva e o pessoal do grupo Trigo mergulham de cabeça em outro empreendimento, dessa vez focando em público que busca mais conforto e tranquilidade ao saborear um bom japonês. Com uma proposta de servir uma comida de alta qualidade, com um excelente atendimento e um preço que cabe no bolso de todos nós.

Gurumê

O ambiente tem a assinatura do arquiteto badalado Thiago Bernardes que conseguiu transferir para o Gurumê o estilo carioca da cidade. O chef ShinyaKoike, proprietário das casas paulistas Aizomê e Sakagura A1, é a cabeça por trás do cardápio, que mistura sabores tradicionais com outros mais contemporâneos, sempre buscando trabalhar com produtos frescos “hoje pode ter algo no cardápio que amanhã não vamos encontrar”, afirma o sous chefDaiti Ieda.

Sentamos na charmosa mesa compartilhada no meio do salão e tivemos a oportunidade de experimentar diferentes pratos do cardápio, desde os tradicionais sushis e sashimis até rolls de filet mignon, salada caprese e harumaki de torta de limão.

Gurumê

No mesmo estilo, foi criada a parte de bebidas do cardápio, com os tradicionais saquês e também com a cerveja Gurumê, rótulo desenvolvido especialmente para o restaurante.

Gurumê

Provamos a caesar salad com pedacinhos de salmão e flocos de arrozpipoca de camarão, carpaccio de atum e salmão com molho especial, ceviche de vieiras e sashimis diversos.

gurumê

E também os combinados de sashimi com molhos diferentes como azeite trufado, tomate seco e limão siciliano, especiais (atum, foiegras e maça verde), hot de filet mignon e blackcod grelhado servido com missô de aspargos e risoto de arroz negro.

gurumê

Pensando em agradar os clientes do início ao fim, os sócios convidaram duas chefs que criaram sobremesas diferentes para o cardápio.  Uma sacada de mestre! Roberta Ciasca criou um tubinho de harumaki com recheio de torta de limão que vem acompanhado de um potinho de merengue.  Tão incrível que não consegui fazer uma foto.

Gurumê

A segunda convidada foi a minha antiga conhecida Raphinha Severiano Ribeiro que desenvolveu um brownie recheado de doce de leite com sorvete de baunilha. De comer chorando. Inicio, meio e fim de dar gosto!

Fotos: Divulgação, Bel Augusta e Nina Fernández

Novembro de 2014.

Leia mais:

Sushimar – tradição na Gávea

Do Horto – um simpático restaurante no Jardim Botânico

Kotobuki – um japonês muito além do sushi

Origami – restaurante japonês no Leblon

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.