Por Renata Araújo Em 2001, um belo casarão do século XIX se transformou no Cais: um delicioso restaurante no Centro do Rio. Antes chamado de Cais do Oriente, agora é simplesmente Cais, e passou por sua primeira reformulação, não deixando de lado seu sucesso.

Cais

O charme começa com a beleza da construção – de localização privilegiada, ao lado de ótimos centros culturais –, passando pela decoração assinada pelo arquiteto mineiro Cristiano Sá Motta e as luminárias do designer e artista plástico Paulo Henrique Pessoa e completo por sua comida: brasileira, apostando, ao mesmo tempo, em sofisticação e simplicidade.

Cais

Ótima opção para almoço durante a semana, o novo chef, Eduardo Castro, elaborou um cardápio variado, capaz de agradar a todos os gostos. Um grupo de jornalistas foi chamado para provar as novas iguarias e o resultado foi muito positivo!

Cais

Para começar, as entradas são leves, como o medalhão de pupunha com folhas verdes e pesto de tomate seco e a salada cremosa de champignon com mostarda, alecrim e folhas verdes, mas a vontade é de experimentar de tudo um pouco!

Cais

Lá, o cardápio é bem variado: de sugestões vindas do mar a carnes, fechando sempre com uma sobremesa deliciosa, como deve ser. Os pratos do dia variam, mas a qualidade permanece!

Cais

Além disso, é claro, tudo no Cais é feito com cuidado, o que agrada em cheio a quem trabalha por perto. Irresistível!

Cais

Fotos: Renata Araújo Leia também:

Os restaurantes abertos em 2014 no Rio

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.