Por Renata Araújo

Quem me conhece sabe que sou fã da rede Mandarin Oriental e frequentadora assídua  dos hotéis. Fui convidada, então, para um almoço com representantes dos hotéis da Ásia que vieram ao Rio promover a marca entre agentes de viagens e jornalistas.

Mandarin Oriental Group

Como deveria ser, o restaurante escolhido foi um dos melhores da cidade, o Olympe, do chef Claude Troigros, que elaborou um menu especial para a ocasião.

Olympe

Estavam presentes os gerentes gerais dos MO Hong Kong, MO The Landmark (também em Hong Kong) e MO Bangcoc. Curiosamente, acabei de voltar destes três hotéis, maravilhada.

Mandarins

O primeiro e o último deram origem à marca Mandarin Oriental. O de Hong Kong completou 50 anos recentemente e está entre os 4 hotéis do mundo com quádruplo status cinco-estrelas no renomado guia de viagens da Forbes: pelo hotel em si, seu spa e dois de seus restaurantes (Pierre, do francês Pierre Gagnaire, e Mandarin Grill). Aliás, a cena gastronômica do hotel é impressionante: são 10 restaurantes de diferentes perfis, sendo 3 estrelados pelo guia Michelin. Tive a chance de almoçar no cantonês Man Wah e adorei!

Mandarin Hong Kong

Man Wah

O de Bangcoc é um dos melhores hotéis da Ásia com uma vista incrível para o Rio Chao Phraya, que faz você circular de barco pela cidade.

Mandarin Oriental Bancoc

Inaugurado como “The Oriental” em 1847, teve seu nome mudado 11 anos mais tarde para Mandarin Oriental e começou a partir daí a expansão por Europa e Estados Unidos.

Mandarin

Já o MO The Landmark, o mais recente deles, é um hotel super charmoso, discreto e de bom gosto que fica em um complexo de lojas de grifes e ótimos restaurantes. O Amber, francês contemporâneo, é o carro chefe do hotel e está entre os 50 melhores da Ásia, realmente maravilhoso!

MO The Landmark

Ou seja, os 3 hotéis juntos somam simplesmente 6 estrelas no guia Michélin!

Amber restaurante

Mas nosso cardápio especial não deixou a desejar e impressionou todos os presentes. Começamos com um levíssimo polvo de mergulho prensado e mini legumes. Depois, vieram os super crocantes lagostins com lâmina de batata doce e mini folhas – meu preferido.

pratos principais Olympe

Em seguida, salmonete crisp com o brasileiríssimo pirão de tucupi e dedo de moça e, para terminar os principais, wagyu assada 48hs com feijão glacê e blueberries e aipim folhado, combinação exótica que funcionou muito bem!

pratos principais Olympe

As sobremesas foram variadas e fui premiada com um creme brulée perfeito!

sobremesas Olympe

Uma tarde agradável e a maneira ideal de terminar uma semana de trabalho!

Fotos: Renata Araújo

Leia também:

Uma noite de rainha no Mandarin Oriental de Miami

Mandarin Oriental de San Francisco, um dos melhores hotéis da cidade!

Mandarin Oriental Las Vegas

O conforto e o luxo do hotel Mandarin Barcelona

Quer ajuda para escolher seu hotel? Então, vá no Booking.com. Você consegue os melhores preços, não paga pela reserva e ainda pode cancelar quando quiser.